quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Dilma da Silva recebe pontapé no traseiro. Estado brasileiro consegue finalmente estancar a bacanal desenfreada dos comunistas homiziados neztepaiz

Lula Rousseff sopra as ordens à sua marionete amestrada, Dilma da Silva (Foto: Veja/Abril)

BRASÍLIA, 31 DE AGOSTO DE 2016 – O Senado Federal aplicou, hoje à tarde, um pontapé no traseiro gordo de Dilma da Silva, a marionete amestrada de Lula Rousseff, capo di tutti capi da máfia comunista-bolivariana. Numa chicana dos comunistas, que, como as hienas, não desistem sequer dos ossos, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, que conduziu o processo contra a incompetenta, admitiu uma cusparada na Constituição: Dilma está liberada para fazer a politicalha partidária dela a partir de hoje mesmo. Mas isso sofrerá ação no Supremo e, ao invés disso, a mosquita poderá cair na cadeia, abatida pela Lava Jato.

A porretada por 61 votos a 20 em Dilma praticamente encerra a bacanal de 13 anos do PT no poder, iniciada em 1 de janeiro de 2003 por Lula Rousseff. Dilma foi pega porque começou a usar o dinheiro dos contribuintes descaradamente – as pedaladas fiscais. O PT assaltou a Petrobras e recebeu propina bilionária das maiores empreiteiras do país, tornou-se uma lavanderia e começou a comprar parlamentares, com o fito de se perpetuar no poder. A economia do país, que havia sido estabilizada pelo PSDB de Fernando Henrique Cardoso, foi para o brejo.

O senador Fernando Collor de Mello disse da tribuna que “além de infração às normas orçamentárias e fiscais, com textual previsão na Constituição como crime de responsabilidade”, Dilma “transformou sua gestão numa tragédia anunciada; é o desfecho típico de governo que faz da cegueira econômica o seu calvário e da surdez política o seu cadafalso”. Dilma é tão incompetenta que Lula lhe ordenou que esquentasse a cadeira de presidente para ele voltar em 2018 e a mandioca do Planalto incendiou o próprio PT, e, principalmente, seu mentor.

Lulaz Rousseff é o político mais esperto que o Brasil já conheceu. Fundou o Partido dos Trabalhadores em 1980 e o Foro de São Paulo, hoje falido, em 1990, e que reuniu hienas como Fidel Castro e Hugo Chávez. Adotou a conversa fiada dos comunistas e conseguiu chegar à Presidência, onde começou para valer seu projeto de ditadura, aparelhando a máquina pública, assaltando o erário (dizem que ele desviou cerca de R$ 3 trilhões) e procurando desmoralizar as Forças Armadas.

Seu jeitão de vira-lata tornou-o um mito para o povão. Aproveitou a economia estável que herdou de FHC e começou a fazer propaganda, ideologizar o ensino público, a lavar dinheiro e a aparelhar o Estado, sem investir na infraestrutura do país, nem na indústria, nem em nada. Treze anos depois, Lula Rousseff é investigado pelo Ministério Pública, Polícia Federal e setor de inteligência, pelos crimes que ele cometeu contra o Estado brasileiro. Deverá, juntamente com sua marionete amestrada, Dilma da Silva, ir para a jaula.