sábado, 25 de junho de 2016

Escola Nacional de Acupuntura atende funcionários do Hospital Sírio-Libanês na Semana da Enfermagem

Professor Tobias de Oliveira Velho (centro) e alunos da ENAc no Hospital Sírio-Libanês

RAY CUNHA*

BRASÍLIA, 25 DE JUNHO DE 2016 – Em parceria com o Centro Oncológico Hospital Sírio-Libanês Brasília, a Escola Nacional de Acupuntura (ENAc) participou da Semana da Enfermagem, de 9 a 11 de maio, atendendo 118 colaboradores das três unidades do hospital, em tuiná – a massagem terapêutica chinesa – e auriculoterapia. Em carta de agradecimento, assinada pela coordenadora técnico assistencial Giane Rosi Emann Tavares, o Sírio-Libanês “agradece à ENAc, aos seus coordenadores, mestres e alunos, pelo empenho e dedicação na realização das atividades, bastante apreciadas por nossos colaboradores, e que tiveram grande importância motivacional”.

As equipes da ENAc atenderam funcionários das três unidades do Hospital Sírio-Libanês Brasília durante os três dias da Semana de Enfermagem, de manhã e à tarde. Coordenadas pelos professores Tobias de Oliveira Velho e Martin Porto Sotero, foram integradas por alunos certificados nas disciplinas de tuiná e auriculoterapia:

Adriano Marques
Bibiana Masako Fukushima
Caio Henrique de Sousa Elil
Cristiano Ferreira Spohr
Emerson Carvalho de Sousa
Geraldo Soares Filho
Juçara Souto Mayor Monção Soares Scheweigler
Karina Pereira de Oliveira
Lúcia de Fátima Lima Sousa Travalon
Lucas Ceratti Silvello de Mello Lima
Maria do Espírito Santo Paulino de Sousa
Naide Luciene Costa Sampaio
Rejane de Assis Araújo
Raimundo Pereira Cunha
Samara Sousa Alvarenga
Silvana Marques da Silva
Thiago Ribeiro Alves de Oliveira
Willame Tiago da Silva Sousa

ESCOLA NACIONAL DE ACUPUNTURA – Mantida pelo Instituto Superior de Ciências da Vida (ISCV), a ENAc é a única escola de formação profissional em acupuntura credenciada pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e autorizada a conceder diploma de acupunturista.

“Devido a esse reconhecimento governamental estivemos sempre muito próximos a diversos órgãos e grandes empresas públicas e privadas, levando o melhor da acupuntura tradicional e das massagens terapêuticas aos mais diversos eventos oficiais dessas instituições, tais como no Dia do Servidor, Semana de Saúde, Semana de Prevenção de Acidentes e Qualidade de Vida, Dia das Mães, Dia da Mulher e outros. Nesse espírito de parceria, desenvolvemos um método próprio de trabalho. Se o órgão ou empresa deseja nossa presença no seu evento, enviamos nossos profissionais e o material específico, desenvolvemos nossas atividades e nos responsabilizamos integralmente pelos atendimentos realizados” – comenta o diretor geral da ENAc, Ricardo Antunes.

CUIDADOS EM MEDICINA CHINESA PARA CÃES E GATOS – A prática veterinária aliada à MTC tem registrado melhoras em cachorros e outros animais, inclusive em zoológicos, afetados por uma série de problemas bastante comuns, que incluem até casos neurológicos. A ENAc também está com inscrições abertas para o Curso de Cuidados em Medicina Chinesa Para Cães e Gatos.

As inscrições podem ser feitas na ENAc, na Entrequadra 709/909 Sul, Edifício Fape, Loja 1, próximo à Cultura Inglesa – local de fácil acesso e amplo estacionamento público. O investimento à vista é de R$ 960, uma parcela à vista mais um cheque para 30 dias, ou duas parcelas de R$ 550. O curso, a ser ministrado pela professora Áurea Daia Barreto, médica veterinária, acupunturista, homeopata e fitoterapeuta, ocorrerá em seis encontros quinzenais, sempre aos sábados.

O objetivo do curso é desenvolver teoria e prática de técnicas e procedimentos próprios do universo da medicina tradicional chinesa, como acupuntura, dietoterapia, fitoterapia etc., para cuidados e tratamentos específicos de cães e gatos. O público alvo é acupunturistas, estudantes de acupuntura e médicos veterinários com conhecimentos básicos de medicina tradicional chinesa.

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ACUPUNTURA – O Curso de Formação Profissional em Acupuntura da ENAc tem duração de dois anos, com 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio ambulatorial, num total de 2.520 horas/aula, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). As aulas são diárias e presenciais, com 4 horas/aula de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; e das 19 horas às 22h50.

O curso exige do candidato apenas certificado do ensino médio, ou comprovação de matrícula no último ano do ensino médio. O diploma da instituição habilita à clínica regular e abertura de consultório próprio.

ATENDIMENTO AMBULATORIAL – A ENAc conta com ambiente ambulatorial de excelência em Medicina Tradicional Chinesa, oferecendo tratamento de qualidade para a população a preços acessíveis, incluindo orientação em alimentação terapêutica chinesa e tuiná (massoterapia chinesa). O atendimento ambulatorial poderá ser agendado de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, para os seguintes dias e horários:

Segunda a sexta:  9 às 11 horas e 14 às 17 horas
Terças e quintas: 19 horas às 20h30
Sábados: 9 às 11 horas

Associados, funcionários e seus dependentes legais do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) encaminhados ao ambulatório da ENAc terão desconto de 25% sobre a tabela dos serviços, de acordo com convênio assinado pelas duas entidades.

ACUPUNTURA – De ampla cobertura e eficácia terapêutica, a acupuntura é reconhecida pela OMS e foi incluída na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 17 de novembro de 2010.

Os pilares da acupuntura começaram a ser erguidos a pelo menos 5 mil anos, na China. Os chineses descobriram que além dos sistemas cardiovascular e linfático, há uma teia de meridianos corporais, ou de acupontos, um delgado sistema tubular, nos quais circula a energia vital. 

Até o século 19, supunha-se que esses meridianos eram imaginários, mas nos anos de 1960, o cientista coreano Kim Bong Han injetou isótopo de fósforo num acuponto e observou a absorção da substância pelo organismo, por meio de microrradiografia. Resultado: o isótopo percorreu o clássico traçado daquele meridiano.

Experiências semelhantes foram realizadas por outros cientistas, como os franceses Jean-Claude Darras e Pierre de Vernejoul, e os norte-americanos James Hurtak e Roberto Becker. O resultado foi o mesmo obtido por Kim Bong Han.

QUEM PODE PRATICAR ACUPUNTURA NO BRASIL? – Em setembro de 2013, o programa Cidadania, da TV Senado levou ao ar esclarecedora e atualíssima entrevista sobre acupuntura, ao entrevistar o biólogo e acupunturista Ricardo Antunes, diretor de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira de Acupuntura Tradicional (Sbat) e diretor da Escola Nacional de Acupuntura, e o médico acupunturista Gu Zhou Ji. O que é acupuntura, ato médico, quem pode praticar acupuntura no Brasil? Tudo isso é abordado durante a entrevista, de 28:44 minutos. VEJA


MAIS INFORMAÇÕES

Pelo telefone: (55-61) 3322-4998


*RAY CUNHA é jornalista e terapeuta em Medicina Tradicional Chinesa, assessor de Imprensa da Escola Nacional de Acupuntura (ENAc)

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Curso de Cuidados em Medicina Chinesa Para Cães e Gatos está com inscrições abertas na Escola Nacional de Acupuntura (ENAc), na Entrequadra 709/909 Sul


BRASÍLIA, 24 DE JUNHO DE 2016 – A prática veterinária aliada à MTC tem registrado melhoras em cachorros e outros animais, inclusive em zoológicos, afetados por uma série de problemas bastante comuns, que incluem até casos neurológicos. Escola Nacional de Acupuntura (ENAc) está com inscrições abertas para o Curso de Cuidados em Medicina Chinesa Para Cães e Gatos. 

As inscrições podem ser feitas na ENAc, na Entrequadra 709/909 Sul, Edifício Fape, Loja 1, próximo à Cultura Inglesa – local de fácil acesso e amplo estacionamento público. O investimento à vista é de R$ 960, uma parcela à vista mais um cheque para 30 dias, ou duas parcelas de R$ 550. O curso, a ser ministrado pela professora Áurea Daia Barreto, médica veterinária, acupunturista, homeopata e fitoterapeuta, ocorrerá em seis encontros quinzenais, sempre aos sábados.

O objetivo do curso é desenvolver teoria e prática de técnicas e procedimentos próprios do universo da medicina tradicional chinesa, como acupuntura, dietoterapia, fitoterapia etc., para cuidados e tratamentos específicos de cães e gatos. O público alvo é acupunturistas, estudantes de acupuntura e médicos veterinários com conhecimentos básicos de medicina tradicional chinesa.


CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ACUPUNTURA – O Curso de Formação Profissional em Acupuntura da ENAc tem duração de dois anos, com 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio ambulatorial, num total de 2.520 horas/aula, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). As aulas são diárias e presenciais, com 4 horas/aula de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; e das 19 horas às 22h50.

O curso exige do candidato apenas certificado do ensino médio, ou comprovação de matrícula no último ano do ensino médio. O diploma da instituição habilita à clínica regular e abertura de consultório próprio.

Mantida pelo Instituto Superior de Ciências da Vida (ISCV), a ENAc é a única escola de formação profissional em acupuntura credenciada pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e autorizada a conceder diploma de acupunturista.

ATENDIMENTO AMBULATORIAL – A ENAc conta com ambiente ambulatorial de excelência em Medicina Tradicional Chinesa, oferecendo tratamento de qualidade para a população a preços acessíveis, incluindo orientação em alimentação terapêutica chinesa e tuiná (massoterapia chinesa). O atendimento ambulatorial poderá ser agendado de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, para os seguintes dias e horários:

Segunda a sexta:  9 às 11 horas e 14 às 17 horas
Terças e quintas: 19 horas às 20h30
Sábados: 9 às 11 horas

Associados, funcionários e seus dependentes legais do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) encaminhados ao ambulatório da ENAc terão desconto de 25% sobre a tabela dos serviços, de acordo com convênio assinado pelas duas entidades.

ACUPUNTURA – De ampla cobertura e eficácia terapêutica, a acupuntura é reconhecida pela OMS e foi incluída na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 17 de novembro de 2010.

Os pilares da acupuntura começaram a ser erguidos a pelo menos 5 mil anos, na China. Os chineses descobriram que além dos sistemas cardiovascular e linfático, há uma teia de meridianos corporais, ou de acupontos, um delgado sistema tubular, nos quais circula a energia vital. 

Até o século 19, supunha-se que esses meridianos eram imaginários, mas nos anos de 1960, o cientista coreano Kim Bong Han injetou isótopo de fósforo num acuponto e observou a absorção da substância pelo organismo, por meio de microrradiografia. Resultado: o isótopo percorreu o clássico traçado daquele meridiano.

Experiências semelhantes foram realizadas por outros cientistas, como os franceses Jean-Claude Darras e Pierre de Vernejoul, e os norte-americanos James Hurtak e Roberto Becker. O resultado foi o mesmo obtido por Kim Bong Han.

QUEM PODE PRATICAR ACUPUNTURA NO BRASIL? – Em setembro de 2013, o programa Cidadania, da TV Senado levou ao ar esclarecedora e atualíssima entrevista sobre acupuntura, ao entrevistar o biólogo e acupunturista Ricardo Antunes, diretor de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira de Acupuntura Tradicional (Sbat) e diretor da Escola Nacional de Acupuntura, e o médico acupunturista Gu Zhou Ji. O que é acupuntura, ato médico, quem pode praticar acupuntura no Brasil? Tudo isso é abordado durante a entrevista, de 28:44 minutos. VEJA


MAIS INFORMAÇÕES

Pelo telefone: (55-61) 3322-4998

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Hospital Sírio-Libanês de Brasília realiza neste sábado o I Workshop de Cuidados Paliativos



RAY CUNHA
raycunha@gmail.com

BRASÍLIA, 15 DE JUNHO DE 2016 – Hospital Sírio-Libanês de Brasília realiza o I Workshop de Cuidados Paliativos neste sábado 18, na Associação Médica de Brasília (AMBr), no SCES (Setor de Clubes Esportivos Sul), Trecho 3, Conjunto 6. O evento é organizado pelo Dr. Gustavo Fernandes, diretor médico da unidade do Sírio-Libanês em Brasília e presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, e pela médica paliativista Suelen Medeiros, do HSL/Brasília, com apoio da matriz em São Paulo. A coordenação está a cargo da equipe de suporte e cuidados paliativos do Centro de Oncologia do HSL/Brasília  Dra. Suelen Medeiros, psicóloga em atenção oncológica Josiane Moreira e enfermeira Renata Lepesquer. A certificação dos participantes será enviada eletronicamente. O evento é aberto à imprensa.

O workshop será dividido em quatro módulos, com os seguintes temas e palestrantes:

Módulo I – Cuidados paliativos: Conceitos, aspectos legais e bioéticos

Cuidados paliativos no século XXI – Dr. Humberto Fonseca, secretário de Saúde do Distrito Federal
Dra. Suelen Medeiros, médica paliativa do HSL/Brasília

Legislação Brasileira e Cuidados Paliativos – Dr. Diaulas Costa Ribeiro, promotor do DF

Bioética na tomada de decisão – Dr. Reinaldo Ayer, do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e da USP/SP

Bioética na terminalidade – Dra. Anelise Pulschen, diretora geral do Hospital de Apoio

Módulo II – Cuidados paliativos: Tratamento dos sintomas

Controle de sintomas – Abordagem transdisciplinar – Psicóloga Josiane Moreira e enfermeira Renata Lepesquer, do HSL/Brasília
Sedação Paliativa – Quando e por quê – Dra. Marcela Crosara, do HSL/Brasília
As últimas 48 horas – Reconhecimento e manejo – Dra. Suelen Medeiros, do HSL/Brasília

Módulo III - Comunicação

Aspectos da comunicação no cuidar – Dr. Daniel Forte, do HSL/São Paulo
Perdas e luto – Psicóloga Daniela Achette, do HSL/São Paulo
Existe espaço para espiritualidade na medicina? – Dra. Ana Cristina de Castro Pugliese, do HSL/São Paulo

Módulo IV - Integração

Apresentação de caso clínico – Dra. Suelen Medeiros, do HSL/Brasília
Modelo Integrado de Oncologia e Cuidados Paliativos – Dr. Gustavo Fernandes, diretor médico do HSL/Brasília e presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, e Dra. Suelen Medeiros, do HSL/Brasília

CUIDADOS PALIATIVOS – Segundo a Wikipédia, “Paliativismo ou Cuidados Paliativos é o conjunto de práticas de assistência ao paciente, que visa oferecer dignidade e diminuição de sofrimento em pacientes terminais, ou em estágio avançado de determinada enfermidade.

“São cuidados providos por uma equipe multidisciplinar composta por médico, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, farmacêutico, biomédico, equipe de enfermagem, psicólogo e profissional ligado ao campo religioso, como padre ou pastor. A equipe deve ter como finalidade o alívio da dor e maximização das habilidades funcionais remanescentes, fazendo assim com que o paciente tenha maior autonomia e dignidade possíveis.

“Os cuidados paliativos, baseados nos conceitos da ortotanásia, se concentram em amenizar os sintomas da doença e dar apoio físico e psicológico ao paciente e à família, integrando diferentes profissionais da área médica, havendo ou não possibilidade de cura”.


IMPRENSA

Para mais informações, jornalistas devem entrar em contato com as coordenadoras do I Workshop de Cuidados Paliativos:

Dra. Suelen Medeiros, médica paliativista do Hospital Sírio-Libanês: telefone 98163-4432

Psicóloga Josiane Moreira, do Hospital Sírio-Libanês: telefone 99924-8415

Assessor de Imprensa do evento, Ray Cunha: telefone 99621-6425 e-mail: raycunha@gmail.com



segunda-feira, 13 de junho de 2016

Escola Nacional de Acupuntura atende alunos e visitantes de feira de empreendedorismo no UniCeub


BRASÍLIA, 13 DE JUNHO DE 2016 – Em suas atividades de extensão, a Escola Nacional de Acupuntura (ENAc), em parceria com o Centro Universitário de Brasília (UniCeub), participou da Teias – Tecnologia, Empreendedorismo, Inovação, Arte e Sustentabilidade, feira promovida por estudantes do UniCeub, realizada no dia 3 de junho, na sede da universidade, na Asa Norte.

Sob o comando do professor Martin Sotero, uma equipe de alunos da ENAc atendeu, das 14 às 18 horas, dezenas de estudantes do UniCeub e visitantes da feira, que se submeteram a sessões de acupuntura, auriculoterapia e tuiná (massagem terapêutica chinesa).

ENAc – Localizada na 709/909 Sul, Edifício Fape, Loja 1, próximo à Cultura Inglesa – local de fácil acesso e amplo estacionamento público – a ENAc  ministra o Curso de Formação Profissional em Acupuntura, exigindo, do candidato, apenas certificado do ensino médio, ou comprovação de matrícula no último ano do ensino médio. O diploma da ENAc habilita à clínica regular e abertura de consultório próprio.

Mantida pelo Instituto Superior de Ciências da Vida (ISCV), a ENAc é a única escola de formação profissional em acupuntura credenciada pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e autorizada a conceder diploma de acupunturista.

O Curso de Formação Profissional em Acupuntura tem duração de dois anos, com 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio ambulatorial, num total de 2.520 horas/aula, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). As aulas são diárias e presenciais, com 4 horas/aula de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; e das 19 horas às 22h50.

ATENDIMENTO AMBULATORIAL – A ENAc conta com ambiente ambulatorial de excelência em Medicina Tradicional Chinesa, oferecendo tratamento de qualidade para a população a preços acessíveis, incluindo orientação em alimentação terapêutica chinesa e tuiná (massoterapia chinesa).

Venha conhecer nosso trabalho terapêutico e sinta os efeitos desse conhecimento milenar. Marque o horário para consulta, de segunda a sábado, e saiba mais sobre essa ciência da saúde. O atendimento ambulatorial poderá ser agendado de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, para os seguintes dias e horários:

Segunda a sexta:  9 às 11 horas e 14 às 17 horas
Terças e quintas: 19 horas às 20h30
Sábados: 9 às 11 horas

JORNALISTAS – Associados, funcionários e seus dependentes legais do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) encaminhados ao ambulatório da NEAc terão desconto de 25% sobre a tabela dos serviços.

ACUPUNTURA – De ampla cobertura e eficácia terapêutica, a acupuntura é reconhecida pela OMS e foi incluída na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 17 de novembro de 2010.

Os pilares da acupuntura começaram a ser erguidos a pelo menos 5 mil anos, na China. Os chineses descobriram que além dos sistemas cardiovascular e linfático, há uma teia de meridianos corporais, ou de acupontos, um delgado sistema tubular, nos quais circula a energia vital. 

Até o século 19, supunha-se que esses meridianos eram imaginários, mas nos anos de 1960, o cientista coreano Kim Bong Han injetou isótopo de fósforo num acuponto e observou a absorção da substância pelo organismo, por meio de microrradiografia. Resultado: o isótopo percorreu o clássico traçado daquele meridiano.

Experiências semelhantes foram realizadas por outros cientistas, como os franceses Jean-Claude Darras e Pierre de Vernejoul, e os norte-americanos James Hurtak e Roberto Becker. O resultado foi o mesmo obtido por Kim Bong Han.

QUEM PODE PRATICAR ACUPUNTURA NO BRASIL? – Em setembro de 2013, o programa Cidadania, da TV Senado levou ao ar esclarecedora e atualíssima entrevista sobre acupuntura, ao entrevistar o biólogo e acupunturista Ricardo Antunes, diretor de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira de Acupuntura Tradicional (Sbat) e diretor da Escola Nacional de Acupuntura, e o médico acupunturista Gu Zhou Ji. O que é acupuntura, ato médico, quem pode praticar acupuntura no Brasil? Tudo isso é abordado durante a entrevista, de 28:44 minutos. VEJA


MAIS INFORMAÇÕES

Pelo telefone: (55-61) 3322-4998

terça-feira, 7 de junho de 2016

Iasmim Cunha realiza novo Curso de Consultoria de Imagem e Estilo Feminino durante o mês de julho


BRASÍLIA, JUNHO DE 2016 Estão abertas as inscrições para o Curso de Consultoriade Imagem e Estilo Feminino, ministrado pela consultora de imagem Iasmim Cunha, a ser realizado em julho, de 4 a 25, às segundas, quartas e sextas-feiras, das 9 às 12 horas. Será realizado também o intensivo, nos dias 9, 10, 16 e 17, sábados e domingos, das 9 às 17 horas (com intervalo). Alunos e ex-alunos contam com a opção de módulos extras, com o objetivo de se aprofundarem no conteúdo.

O valor do Investimento, em até 5 vezes, é de R$ 320 sem juros no cartão, ou de R$ 1.520 à vista (5% de desconto). Outras formas de pagamento podem ser consultadas. Agende horário para inscrever-se.

Entre em contato com Iasmim Cunha pelos telefones: +55 (61) 9172-3757 (Claro) *Whatsapp; 8443-6999 (Oi); 8268-9746 (Tim); 9605-4631 (Vivo), de segunda a sábado, das 9 às 19 horas. Ou pelo e-mail: contato@iasmimcunha.com

As turmas são de até seis alunos e as aulas ministradas na Casa Sinapse, na 707/907 Sul, Edifício San Marino, ao lado da Aliança Francesa. O curso é de 30 horas/aula, com entrega de certificado.

Iasmim Cunha é formada em Design de Moda pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), e em Consultoria de Imagem Feminino e Masculino pelo Senac/SP e Fashion Campus. O curso é também ministrado pela psicóloga Josiane Souza Moreira, no que diz respeito ao processo de valorização do autoconceito e autoimagem. Graduada pelo Iesb, Josiane tem especialização em Terapia Cognitiva-Comportamental pelo Hospital Universitário de Brasília (HUB) e atualmente atende no Centro Interdisciplinar Humanus e no Hospital Sírio-Libanês de Brasília.

O CURSO de Consultoria de Imagem e Estilo Feminino é um estudo introdutório para o ingresso nesta área de consultoria de visual, servindo ainda para o autoconhecimento. Entender o universo de cada pessoa, auxiliando-a a melhorar seu autoconceito e autoestima através de técnicas do vestir-se bem é o papel e responsabilidade do consultor de imagem e personal stylist, em grande ascensão no mercado brasileiro, sendo considerada uma das 10 profissões que mais crescerão nos próximos anos. Ainda sem graduação superior no país, o curso abre as portas para aqueles que desejam trabalhar nesta área, oferecendo dicas e orientações de profissionais com experiência prática no mercado brasiliense.

O curso é voltado para estudantes e profissionais de áreas criativas, como Moda, Publicidade e Propaganda, Marketing, Jornalismo, Desenho Industrial, Artes Plásticas, Fotografia e Maquiagem, e para aqueles com desejo de mudança de área profissional, porém com forte senso estético. Os que buscam autoconhecimento e possivelmente uma carreira futura neste setor profissional podem também aproveitar o conteúdo ministrado. Na formação, além da teoria, os alunos farão exercícios práticos, visando entender o funcionamento do serviço de consultoria de imagem.

Conteúdo do Curso

Módulo 1 - Introdução à Moda e Imagem

1. História da Moda
2. A Profissão
3. Imagem e Comunicação
4. Trajes e Etiqueta

Módulo 2 - O Eu Interno

5. Questionário e o Cliente
6. Psicologia da Imagem

Módulo 3 - O Eu Externo

7. Estilos
8. Cores (Análise Sazonal Expandida)
9. Formas

Módulo 4 – Complementos

10. Closet Cleaning
11. Montagem de Looks
12. Personal Shopper

Módulo 5 - Concluindo para Começar

13. Dicas para abrir sua Consultoria
14. Apresentação do Dossiê Final

Módulo Extra - Para alunos e ex-alunos do Curso de Consultoria de Imagem

1.  Design (aula teórica e prática sobre tecidos)

Incluso Kit Curso com

Apostila e CD com conteúdo do curso
Caneta
Disco Cromático
Cartela de Cores Pessoais
Pasta estudantil