sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Sérgio Cabral e Garotinho são presos. Na bolsa de apostas de Brasília, Lula é a bola da vez

Cabral: Lula é o próximo; só que ele vai ficar preso em curitiba, ou será na Papuda?

RAY CUNHA

BRASÍLIA, 18 DE NOVEMBRO DE 2016 – O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi preso no começo da manhã de ontem na Operação Calicute, trigésima sétima fase da Lava Jato, realizada em conjunto entre a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Receita Federal. O ex-governador é acusado de chefiar uma quadrilha que movimentou mais de R$ 220 milhões em propinas envolvendo obras pagas com dinheiro da União. Ele estava no seu apartamento no Leblon, zona sul da cidade, quando foi preso.

Cabral é o segundo ex-governador do Rio preso em dois dias; quarta-feira, foi a vez de Anthony Garotinho, acusado de compra de votos. Agora, a bolsa de apostas de Brasília se volta, novamente, para o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, acusado de comandar esquemas de desvio de verba na Petrobras e negociatas com a Construtora Odrebrecht em ditaduras mundo afora.

A Operação Calicute – referência à tormenta enfrentada pelo navegador português Pedro Álvares Cabral em Calicute, Índia – foi deflagrada com base na delação premiada do dono da Delta Engenharia, o empreiteiro Fernando Cavendish, além de relatos de diretores da Carioca Engenharia e da Andrade Gutierrez. A Polícia Federal disse em nota que “a apuração em curso identificou fortes indícios de cartelização de grandes obras (Maracanã e Arco Rodoviário Metropolitano) executadas com recursos federais mediante o pagamento de propinas a agentes estatais, incluindo um ex-governador do estado do Rio de Janeiro”.

Além de Cabral, foram presos seu braço-direito e ex-chefe da Casa Civil no governo de Cabral, Wilson Carlos; o ex-assessor de Cabral, Wagner Jordão Garcia; e seu ex-secretário de Obras, Hudson Braga. A mulher do ex-governador, a advogada Adriana Ancelmo, sofreu condução coercitiva. Todos são suspeitos de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Cabral foi objeto de dois mandados de prisão, em ações que correm na Justiça Federal do Rio de Janeiro e do Paraná. Os mandados são do juiz Marcelo Bretas, da Sétima Vara Federal do Rio de Janeiro, e do juiz Sérgio Moro, da Décima Terceira Vara Federal de Curitiba.

Os 230 policiais federais que trabalharam na operação cumprem 38 mandados de busca e apreensão, 8 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisão temporária e 14 mandados de condução coercitiva, expedidos pela Sétima Vara Federal do Rio de Janeiro, além de 14 mandados de busca e apreensão, 2 mandados de prisão preventiva e 1 mandado de prisão temporária expedidos pela Décima Terceira Vara Federal de Curitiba. Participam também das diligências 19 procuradores do MPF e cinco auditores fiscais da Receita.

LULA – Na bolsa de apostas da Lava Jato o acontecimento mais aguardado por todos os brasileiros é a prisão, inevitável, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pôs o PT no poder em 2003 e governou por 8 anos, sucedido pela ex-presidente Dilma Rousseff, defenestrada em 31 de agosto passado, e que ficou seis anos no Palácio do Planalto. Marcelo Odebrecht, ex-mandachuva da maior construtora do país, a Odebrecht, e mais 50, fecharam acordo de delação premiada na Lava Jato, a operação que apura a maior roubalheira encetada contra o erário brasileiro em todos os tempos. Já se sabe que Lula conseguia grandes obras em ditaduras mundo afora para a Odebrecht com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e recebia uma grana preta por isso. Há indícios também de que Lula comandou a rapinagem que quase destruiu a Petrobras.

O fato é que Lula se tornou o político mais amado e odiado do país. Amado por petistas, bolivarianistas e comunistas em geral, Lula é odiado pelos patriotas, aqueles que lutam para que o Brasil não se torne uma Venezuela. Os venezuelanos estão comento o lixo da cúpula da ditadura de Nicolas Maduro, e um exército de venezuelanos está pedindo esmola e se prostituindo em Boa Vista, capital do estado de Roraima.

Estima-se que de 1 de janeiro de 2003 a 31 de agosto deste ano, o PT, sempre sob o comando de Lula, tenha promovido um prejuízo ao erário que chega à casa dos R$ 3 trilhões, além de deixar a infraestrutura básica do país, a Educação, a Saúde e a Segurança, incluindo as Forças Armadas, entregues às traças. A recuperação disso só será possível com trabalho contínuo durante pelo menos duas décadas, e investimentos de 3 trilhões, mas de dólares.


COM AGÊNCIAS

Ponte sobre o rio Oiapoque, ligando o Brasil à França, torna-se emblema do subdesenvolvimento do Amapá



RAY CUNHA
raycunha@gmail.com


BRASÍLIA, 18 DE NOVEMBRO DE 2016 - A ponte binacional sobre o rio Oiapoque, que liga a cidade de Oiapoque, ligando o Amapá a Saint-Georges, na Guiana Francesa, está pronta desde junho de 2011, mas sua inauguração depende da conclusão da única rodovia federal no Amapá, a BR-156, que vem sendo construída desde a década de 1950. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) a obra custou R$ 70 milhões, mais R$ 15,5 milhões na construção da aduana, despesas divididas entre os governos brasileiro e francês. A ponte estaiada de 378 metros, que une o Amapá à Guiana Francesa, ou seja, o Brasil à França, ou o Mercosul à União Europeia, não é utilizada porque falta pavimentar mais de 100 quilômetros da BR-156, os quais, na estiagem, se tornam um tormento de poeira, e, no período de chuva, um atoleiro infernal.

Em junho de 2011, a França concluiu toda a estrutura viária e aduaneira do lado de lá, incluindo a rodovia de 200 quilômetros entre Saint Georges de l’Oyapock a Caiene, capital da Guiana Francesa, e esta à América Central, com aquele asfalto caprichado visto nos Estados Unidos e Europa, e não o asfalto infame do Brasil. Mas a BR-156, que liga Oiapoque a Macapá, a capital do estado do Amapá, vem sendo construída há mais de 60 anos.

O Amapá tem potencial econômico fabuloso, como todos os estados da Amazônia, mas a roubalheira desenfreada, o tráfico de drogas e de mulheres e crianças,e  a mentalidade de colonizado do amazônida, tornam a região refém de mazelas insanáveis. Contudo, as costas do Amapá, o mais setentrional da Amazônia Azul e portal brasileiro para a América Central e o Caribe, recebem 20% da água doce superficial do planeta e 3 milhões de toneladas de húmus do rio Amazonas, por dia, o que as tornam as mais ricas do mundo em vidas do mar, embora sejam as mais mal guardadas pela Marinha de Guerra e, também por isso, as mais disputadas pela pirataria global.

Macapá, seccionada pela Linha Imaginária do Equador na margem esquerda do Amazonas, a cerca de 200 quilômetros da boca do Mar Doce, dista 8 horas de navio, ou 16 horas de barco, ou 50 minutos de avião, da porta da França, e conta também com porto mais estratégico da Amazônia, o de Santana, com capacidade de receber navios de qualquer calado; trata-se do porto na boca da Amazônia, ligando todo o interior da região aos mercados americano, europeu e asiático (via Canal do Panamá).

A BR-156 constitui-se, assim, no símbolo de uma Amazônia mais colônia do que nunca, já que, além das potências hegemônicas, é explorada também por Brasília, que busca no Trópico Úmido principalmente energia hidrelétrica, minerais, madeira e terras para plantação de soja. E São Paulo consome 90% da madeira grilada da Amazônia. Isso é público. Quanto às potências hegemônicas, fazem atualmente como o Japão: usam a própria energia hidrelétrica da região e mão de obra barata para moverem seus parques industriais.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O Brasil inteiro aguarda a notícia, que pode vir a qualquer momento: Lula foi preso!

Lula na sua caixinha de pose (Foto copiada de publicação do PSDB)
  

RAY CUNHA


BRASÍLIA, 26 DE OUTUBRO DE 2016 – Na bolsa de apostas da Lava Jato o acontecimento mais aguardado por todos os brasileiros é a prisão, praticamente inevitável,  do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pôs o PT no poder em 2003 e governou por 8 anos, sucedido pela ex-presidente Dilma Rousseff, defenestrada em 31 de agosto passado, e que ficou seis anos no Palácio do Planalto.

Segundo a manchete de ontem de O Globo, Marcelo Odebrecht, ex-mandachuva da maior construtora do país, a Odebrecht, e mais 50, fecharam acordo de delação premiada na Lava Jato, a operação que apura a maior roubalheira encetada contra o erário brasileiro em todos os tempos. Já se sabe que Lula conseguia grandes obras em ditaduras mundo afora para a Odebrecht com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e recebia uma grana preta por isso. Há indícios também de que Lula comandou a rapinagem que quase destruiu a Petrobras.

O fato é que Lula se tornou o político mais amado e odiado do país. Amado por petistas, bolivarianistas e comunistas em geral, Lula é odiado pelos patriotas, aqueles que lutam para que o Brasil não se torne uma Venezuela. Os venezuelanos estão comento o lixo da cúpula da ditadura de Hugo Chávez Maduro; muitos estão pedindo esmola em Boa Vista, capital do estado de Roraima.

Estima-se que de 1 de janeiro de 2003 a 31 de agosto deste ano, o PT, sempre sob o comando de Lula, tenha promovido um prejuízo de R$ 3 trilhões, além de deixar a infraestrutura básica do país, a Educação, a Saúde e a Segurança, incluindo as Forças Armadas, entregues às traças. A recuperação disso só será possível com trabalho contínuo durante pelo menos duas décadas, e investimento de 3 trilhões, mas de dólares.

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Ilhas da Corrente, a ilha da fantasia, Lula Rousseff, a marionete amestrada Dilma da Silva e Sérgio Moro

Ernest Hemingway e um de seus inúmeros gatos: não dá para viver burocraticamente

BRASÍLIA, 22 DE SETEMBRO DE 2016 – Li AS ILHAS DA CORRENTE (Islands in the Stream), de Ernest Hemingway, no fim dos anos 1970, em Belém do Pará, onde então vivia. Eu tinha vinte e poucos anos. Na época, tudo o que dissesse respeito a Hemingway me interessava, porque, como ele, eu bebia muito, gostava de boxe e desafiava a morte, além de trabalhar como jornalista e me esforçar em me tornar escritor. Há alguns dias, terminei de ler, novamente, AS ILHAS DA CORRENTE. Tenho, hoje, 62 anos.

Hemingway escreveu os originais deste livro entre 1950 e 1951, após a publicação de Na Outra Margem, Entre as Árvores (Across the River and Into the Trees); gosto mais do título Do Outro Lado do Rio, Entre as Árvores. Esse foi, provavelmente, o romance mais fraco do grande escritor americano. AS ILHAS, encontrado pela quarta esposa de Papa, Mary Hemingway, e publicado, postumamente, em 1970, uma década depois da morte do Nobel, deveria ser uma resposta aos detratores do Velhão, como gosto de chamá-lo. Os originais foram severamente cortados pelo editor, mas mesmo assim é um livro adiposo, que Hemingway teria enxugado ao osso. Entretanto, mais ou menos na mesma época, ele escreveu algo magnífico, O Velho e o Mar, prova cabal de que Hemingway, embora já meio morto, permanecia em pé no ringue dos escritores geniais.

Em AS ILHAS, o Caribe, o mar, Paris, mulheres maravilhosas, peixes, e tudo que aflora no mundo ficcional de Hemingway, vêm à tona, com o frescor da juventude. Nesse livro, também, há a sequência da mais extraordinária briga de rua de toda a literatura que eu conheço. E há diálogos inacabáveis, que, certamente, Hemingway teria enxugado, se tivesse realmente terminado o livro, perpassado, todo ele, pelo drama pessoal de Papa: a perda de tudo o que amou e o enfrentamento da morte, que pode estar bebendo no mesmo bar onde nos encontramos.

Nos livros de Hemingway sentimos o cheiro das coisas, de um extremo ao outro, do odor da morte ao frescor da vida, da podridão de hienas devorando um gnu vivo ao perfume das virgens ruivas. Porque Hemingway valorizava a vida, já que passou-a enfrentando a morte, até que não pôde mais escapar dessa dama (será uma dama?) tão aterrorizante. O Velhão, que procurou a morte em três guerras, duas delas mundiais, em safáris africanos, na doutrina das touradas e no mar, se matou em 1961, aos 61 anos.

Já faz bastante tempo que deixei Belém e vim para Brasília. Belém, como Macapá, é uma cidade caribenha, pela proximidade do Atlântico tropical, peixes, merengue, negras em vestido de seda, mulheres de olhos verdes, cafuzas, ecos de Gabriel García Márquez, o mar. Brasília é a ilha da fantasia. Aqui, o perigo não é o nazismo, mas o bolivarianismo, um nome que os incansáveis salteadores comunistas deram para o saque em escala que promoveram na América do Sul, à moda de Fidel Castro.

No Brasil, o perigosíssimo capo di tutti i capi dessa máfia é Lula Rousseff, aborto de ditador, finalmente pego por um jovem herói nacional, o juiz de primeira instância Sérgio Moro. Brasília é uma cidade que nasceu a fórceps, no Planalto Central, numa região de clima desértico, infestada de escorpião, especialmente os parlamentares, vindos de todas as regiões do continente brasileiro.

Estima-se, nas estranhas esquinas de Brasília, que Lula Rousseff desviou cerca de R$ 3 trilhões da burra, ajudado pela sua marionete amestrada, Dilma da Silva, que acabou de levar uma porrada na bunda; foi impichada. Tudo isso já começou a ser passado a limpo. AS ILHAS DA CORRENTE se desenrola no Caribe, e a ilha da fantasia fica no alto de um planalto, onde Juscelino Kubitscheck se refugiou para poder governar. Mas Joaquim Domingos Roriz, coronel de barranco goiano, corrompeu a cidade, de modo que Lula Rousseff já a pegou corrompida, o que foi, para ele, mais fácil para tentar corromper o país todo. Mas Lula foi abatido por duas pessoas, de caráter diametralmente oposto: Dilma Rousseff, que, de tão incompetente implodiu o PT, quadrilha de Lula, e o próprio Lula; e Sérgio Moro, que enjaulará o cachaceiro ladrão, mas ainda perigosíssimo.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Seminário de dois dias abordará lado filosófico e espiritual do empreendedorismo e do sucesso


BRASÍLIA, SETEMBRO DE 2016 – Como equilibrar vida pessoal e profissional e ter o tão almejado sucesso? O Seu Ponto de Equilíbrio para o Sucesso – este é o tema do seminário Você 2.0 – Level Up, “voltado para quem deseja se auto descobrir e encontrar seu ponto de equilíbrio para o sucesso, equilibrando vida social, profissional, financeira, familiar, pessoal e espiritual” – segundo a diretora do Departamento de Jovens Empreendedores da Seicho-No-Ie da Regional DF-Brasília, a divulgadora Iasmim M. Cunha.

O evento será realizado nos dias 24 e 25 de setembro, sábado e domingo, na Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio (CNTC), na 902 Sul (SGAS – Asa Sul).

Destinado a empreendedores, profissionais de empresas e servidores públicos inquietos, jovens em busca dos seus ideais de vida, o diferencial do evento é a abordagem filosófico-espiritual com foco no empreendedorismo. Os facilitadores são preletores da Seicho-No-Ie, empreendedores de sucesso e profissionais que têm muito para compartilhar. São eles:

Gilberto Lima Jr. – CEO da Going Global Consulting, Alto Representante para a América Latina da União dos Exportadores da CPLP, mentor da Hivelab,  sócio-proprietário da Mormaii Fitness.

Marlene A. V. M. Caramuru – Professora da Faculdade de Tecnologia SENAC – SC, orienta cursos, palestras do Cooper Pratic participando do Programa Aprendizagem, Treinamento e Integração dos Cooperados.
Profissional na área de Treinamento e Capacitação Pessoal, Palestrante Motivacional. Empresas em que já atuou: Cremer, Havan, SESI, Cooper Hering.

Regis Yoshio Shimanoe – Representante comercial da K&S TI, presidente do Rotary Club Liberdade-SP Gestão 2014 e Presidente Nacional da Associação dos Jovens da Seicho-No-Ie do Brasil.

“Serão dois dias de palestras em trilha de autoconhecimento mais protagonismo e execução, talk shows, relatos de sucesso sobre intraempreendorismo no serviço público, relacionamento, muito networking e ainda um jantar com direito à DJ e pista de dança”. Haverá Espaço Kids para crianças de 4 a 10 anos.

SERVIÇO

QUANDO
24 e 25 de setembro (sábado e domingo)

HORÁRIO
24/9 - Das 13 horas às 19h30
Jantar – A partir das 19h30
25/9 - Das 8 horas às 17h30

LOCAL
Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio (CNTC), na 902 Sul (SGAS – Asa Sul)

INVESTIMENTO
Primeiro lote: até 10/9 - R$ 220
Valor: R$ 150
Espaço Kids: R$ 50
Convites disponíveis na livraria do Templo da Seicho-No-Ie, na EQS 403/404, Área Especial para Templo, à vista ou 1x no crédito, ou pelo site: www.djedf.com em até 10 vezes.

INCLUSO*
Kit Seminarista
2 coffee breaks
*Não incluso almoço do dia 25/9, o que pode ser feito no shopping Pátio Brasil ou Venâncio 2000 nas proximidades

MAIS INFORMAÇÕES
(61) 3325-2680 (livraria da Seicho-No-Ie)
(61) 99172-3757 Iasmim / 99975-7100 Priscila / 99987-4597 Ricardo Kuratomi

São apenas 300 vagas! Não deixe para última hora! Haverá lista de espera.

O evento é promovido pelo Departamento de Jovens Empreendedores da Seicho-No-Ie da Regional DF-Brasília, uma organização filosófica que acredita que a força do jovem é capaz de mudar o mundo!

Acesse e conheça mais sobre o evento, sua programação e quem o produz no site: www.djedf.com

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Dilma da Silva recebe pontapé no traseiro. Estado brasileiro consegue finalmente estancar a bacanal desenfreada dos comunistas homiziados neztepaiz

Lula Rousseff sopra as ordens à sua marionete amestrada, Dilma da Silva (Foto: Veja/Abril)

BRASÍLIA, 31 DE AGOSTO DE 2016 – O Senado Federal aplicou, hoje à tarde, um pontapé no traseiro gordo de Dilma da Silva, a marionete amestrada de Lula Rousseff, capo di tutti capi da máfia comunista-bolivariana. Numa chicana dos comunistas, que, como as hienas, não desistem sequer dos ossos, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, que conduziu o processo contra a incompetenta, admitiu uma cusparada na Constituição: Dilma está liberada para fazer a politicalha partidária dela a partir de hoje mesmo. Mas isso sofrerá ação no Supremo e, ao invés disso, a mosquita poderá cair na cadeia, abatida pela Lava Jato.

A porretada por 61 votos a 20 em Dilma praticamente encerra a bacanal de 13 anos do PT no poder, iniciada em 1 de janeiro de 2003 por Lula Rousseff. Dilma foi pega porque começou a usar o dinheiro dos contribuintes descaradamente – as pedaladas fiscais. O PT assaltou a Petrobras e recebeu propina bilionária das maiores empreiteiras do país, tornou-se uma lavanderia e começou a comprar parlamentares, com o fito de se perpetuar no poder. A economia do país, que havia sido estabilizada pelo PSDB de Fernando Henrique Cardoso, foi para o brejo.

O senador Fernando Collor de Mello disse da tribuna que “além de infração às normas orçamentárias e fiscais, com textual previsão na Constituição como crime de responsabilidade”, Dilma “transformou sua gestão numa tragédia anunciada; é o desfecho típico de governo que faz da cegueira econômica o seu calvário e da surdez política o seu cadafalso”. Dilma é tão incompetenta que Lula lhe ordenou que esquentasse a cadeira de presidente para ele voltar em 2018 e a mandioca do Planalto incendiou o próprio PT, e, principalmente, seu mentor.

Lulaz Rousseff é o político mais esperto que o Brasil já conheceu. Fundou o Partido dos Trabalhadores em 1980 e o Foro de São Paulo, hoje falido, em 1990, e que reuniu hienas como Fidel Castro e Hugo Chávez. Adotou a conversa fiada dos comunistas e conseguiu chegar à Presidência, onde começou para valer seu projeto de ditadura, aparelhando a máquina pública, assaltando o erário (dizem que ele desviou cerca de R$ 3 trilhões) e procurando desmoralizar as Forças Armadas.

Seu jeitão de vira-lata tornou-o um mito para o povão. Aproveitou a economia estável que herdou de FHC e começou a fazer propaganda, ideologizar o ensino público, a lavar dinheiro e a aparelhar o Estado, sem investir na infraestrutura do país, nem na indústria, nem em nada. Treze anos depois, Lula Rousseff é investigado pelo Ministério Pública, Polícia Federal e setor de inteligência, pelos crimes que ele cometeu contra o Estado brasileiro. Deverá, juntamente com sua marionete amestrada, Dilma da Silva, ir para a jaula.

domingo, 31 de julho de 2016

Curso de Formação Profissional em Acupuntura está com inscrições abertas na ENAc, na 709/909 Sul


BRASÍLIA, 31 DE JULHO DE 2016 – A Escola Nacional de Acupuntura (ENAc) está com inscrições abertas para o Curso de Formação Profissional em Acupuntura, com duração de dois anos – 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio ambulatorial, num total de 2.520 horas/aula. As aulas são diárias e presenciais: 4 horas/aula de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; ou das 19 horas às 22h30, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mais informações serão obtidas pelos telefones: (55-61) 3242-3289 e (55-61) 3244-6973
E-mail: enacdf@gmail.com
Site: www.enacdf.com.br.

As inscrições poderão ser feitas na ENAc, na Entrequadra 709/909 Sul, Edifício Fape, Loja 1, próximo à Cultura Inglesa – local de fácil acesso e amplo estacionamento público. Para matricular-se no curso, o candidato precisa apresentar certificado do ensino médio, ou comprovação de matrícula no último ano do ensino médio. O diploma da instituição habilita à clínica regular e abertura de consultório próprio.

Mantida pelo Instituto Superior de Ciências da Vida (ISCV), a ENAc é a única escola de formação profissional em acupuntura credenciada pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e autorizada a conceder diploma de acupunturista.

CUIDADOS EM MEDICINA CHINESA PARA CÃES E GATOS – A ENAc também está com inscrições abertas para o Curso de Cuidados em Medicina Chinesa Para Cães e Gatos, a ser ministrado pela professora Áurea Daia Barreto, médica veterinária, acupunturista, homeopata e fitoterapeuta. O curso ocorrerá em seis encontros quinzenais, sempre aos sábados.

O objetivo é desenvolver teoria e prática de técnicas e procedimentos próprios do universo da medicina tradicional chinesa, como acupuntura, dietoterapia, fitoterapia etc., para cuidados e tratamentos específicos de cães e gatos. O público alvo é acupunturistas, estudantes de acupuntura e médicos veterinários com conhecimentos básicos de medicina tradicional chinesa.

ATENDIMENTO AMBULATORIAL – A ENAc conta ainda com ambiente ambulatorial de excelência em MTC, oferecendo tratamento de qualidade para a população a preços acessíveis, incluindo orientação em alimentação terapêutica chinesa e tuiná (massoterapia chinesa). O atendimento ambulatorial poderá ser agendado de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, para os seguintes dias e horários:

Manhã – segundas, quartas, sextas e sábados:  das 9 às 11 horas
Tarde – segundas e sextas: das 14 às 17 horas
Noite – terças e quintas: das 19 horas às 20h30

Associados, funcionários e seus dependentes legais do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) encaminhados ao ambulatório da ENAc terão desconto de 25% sobre a tabela dos serviços, de acordo com convênio assinado pelas duas entidades.

Mais informações serão obtidas pelo telefone: (61) 99875-9500.

ACUPUNTURA – De ampla cobertura e eficácia terapêutica, a acupuntura é reconhecida pela OMS e foi incluída na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 17 de novembro de 2010.

Os pilares da acupuntura começaram a ser erguidos a pelo menos 5 mil anos, na China. Os chineses descobriram que além dos sistemas cardiovascular e linfático, há uma teia de meridianos corporais, ou de acupontos, um delgado sistema tubular, nos quais circula a energia vital. 

Até o século 19, supunha-se que esses meridianos eram imaginários, mas nos anos de 1960, o cientista coreano Kim Bong Han injetou isótopo de fósforo num acuponto e observou a absorção da substância pelo organismo, por meio de microrradiografia. Resultado: o isótopo percorreu o clássico traçado daquele meridiano.

Experiências semelhantes foram realizadas por outros cientistas, como os franceses Jean-Claude Darras e Pierre de Vernejoul, e os norte-americanos James Hurtak e Roberto Becker. O resultado foi o mesmo obtido por Kim Bong Han.

QUEM PODE PRATICAR ACUPUNTURA NO BRASIL? – Em setembro de 2013, o programa Cidadania, da TV Senado, levou ao ar esclarecedora e atualíssima entrevista sobre acupuntura, ao entrevistar o biólogo e acupunturista Ricardo Antunes, diretor de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira de Acupuntura Tradicional (Sbat) e diretor da Escola Nacional de Acupuntura, e o médico acupunturista Gu Zhou Ji, vice-presidente Executivo da Associação de Intercâmbio China-Brasil. O que é acupuntura, ato médico, quem pode praticar acupuntura no Brasil? Tudo isso é abordado durante a entrevista, de 28:44 minutos. VEJA O VÍDEO


MAIS INFORMAÇÕES

Pelos telefones: (55-61) 3242-3289 e (55-61) 3244-6973
Para atendimento no ambulatório: (61) 99875-9500

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Brasília eviscerada

RAY CUNHA
raycunha@gmail.com

BRASÍLIA, 21 DE JULHO DE 2016 – Quem caminhava hoje de manhã pela via que separa o Guará I do Guará II, logo depois da Feira, rumo sul, deparou-se com as árvores aleijadas. Operários as seccionavam quase ao meio, ou davam-lhe formato de V, para que não tocassem os fios dos postes de luz. Brasília foi planejada para ser moderna, com a fiação elétrica estendida em túneis. Mas nunca foi moderna. O coronel de barranco Joaquim Domingos Roriz passou duas décadas corrompendo-a, e parindo ovos de jararaca.

Brasília é um três por quatro do Brasil, o valhacouto de assassinos, ladrões, estupradores, traficantes, corruptos perigosíssimos, como Lula Rousseff; desconfia-se que o capo di tutti capi tenha desviado R$ 3 trilhões da burra da Banânia. Lula tomou o título de maior patrimonialista brasileiros do marimbondo de fogo dos atos secretos Jegue Sarney, que pilhou o Maranhão, tornando-o o estado mais pobre destes trópicos arrombados, e anexou o Amapá à ilha de Curupu.

As calçadas de Brasília parece que foram bombardeadas já no início da sua construção, e nunca mais foram recuperadas, como o Teatro Nacional, um dos mais belos do mundo, que jaz sob os escombros da cidade-estado. A capital conta com sofisticações como as passarelas subterrâneas, sob o grande eixo das suas asas, mas as passagens servem como cloaca aos zumbis da noite.

Até hoje, jornalistas – especialmente os dos balcões de negociatas, que batem palmas para os governadores que se esbaldam com as mordomias do Palácio do Buriti, e são todos eles – dizem que Brasília é a cidade mais moderna do mundo. Mentira. Brasília não é moderna, pois buracos, lixo e até mato tomam conta do asfalto vagabundo com que asfaltam o Brasil desde sempre.

Brasília não é moderna porque seu metrô é apenas do tamanho da propina que os administradores envolvidos na sua instalação puderam levar; seus ônibus são imundos e caros; a Rodoviária do Plano Piloto, por onde passa mais de meio milhão de pessoas por dia, está deteriorada, como deteriorado é todo o Distrito Federal.

Roriz inchou Brasília ao formar seu curral de eleitores, como o gado dele, e loteou-a para a indústria imobiliária, com quem se associou com fúria; está inchada de automóveis, porque seu sistema de transporte público é uma fantasia, como a própria Brasília, três por quatro deste paraíso tropical, desde sempre currado pelos colonos portugueses e espanhóis, que na sua loucura, e armados com a Igreja, ferro, fogo e peste, evisceraram milhões de índios e negros, na sua sanha por ouro, diamante e prata, e nunca mais estancou-se isso.

Brasília, a ilha da fantasia, valhacouto de políticos perigosíssimos, assassinos, ladrões da burra e de merenda escolar, é, também, uma cidade de fronteiras, que dividem o país de sangue azul dos mestiços, o Sul maravilha do Norte, os louros de olhos claros dos mestiços.

Enquanto o asfalto for vagabundo, enquanto as passagens subterrâneas de Brasília forem cloacas podres, enquanto a fiação elétrica da cidade sangrar as árvores, enquanto as calçadas continuarem como escombro, e o Teatro Nacional permanecer fechado, os políticos responsáveis por Brasília não passarão de palhaços mentirosos. Que Sérgio Moro te transforme numa grandão prisão, uma ampliação da Papuda, para receberes todos os mafiosos que metem a faca, sem piedade, na burra.

Brasília sangra, eviscerada, como um três por quatro do Brasil, jogada, de quatro, e estuprada. Foi violentada primeiramente por Roriz, e, nos últimos 13 anos, por Lula Rousseff e sua marionete amestrada, de manhã, à tarde e à noite, levando mandioca lubrificada apenas com as cusparadas dos comunistas, numa bacanal de dói na alma dos brasileiros como pedrada na cara.

Basta! 31 de julho vem aí!

sábado, 25 de junho de 2016

Escola Nacional de Acupuntura atende funcionários do Hospital Sírio-Libanês na Semana da Enfermagem

Professor Tobias de Oliveira Velho (centro) e alunos da ENAc no Hospital Sírio-Libanês

RAY CUNHA*

BRASÍLIA, 25 DE JUNHO DE 2016 – Em parceria com o Centro Oncológico Hospital Sírio-Libanês Brasília, a Escola Nacional de Acupuntura (ENAc) participou da Semana da Enfermagem, de 9 a 11 de maio, atendendo 118 colaboradores das três unidades do hospital, em tuiná – a massagem terapêutica chinesa – e auriculoterapia. Em carta de agradecimento, assinada pela coordenadora técnico assistencial Giane Rosi Emann Tavares, o Sírio-Libanês “agradece à ENAc, aos seus coordenadores, mestres e alunos, pelo empenho e dedicação na realização das atividades, bastante apreciadas por nossos colaboradores, e que tiveram grande importância motivacional”.

As equipes da ENAc atenderam funcionários das três unidades do Hospital Sírio-Libanês Brasília durante os três dias da Semana de Enfermagem, de manhã e à tarde. Coordenadas pelos professores Tobias de Oliveira Velho e Martin Porto Sotero, foram integradas por alunos certificados nas disciplinas de tuiná e auriculoterapia:

Adriano Marques
Bibiana Masako Fukushima
Caio Henrique de Sousa Elil
Cristiano Ferreira Spohr
Emerson Carvalho de Sousa
Geraldo Soares Filho
Juçara Souto Mayor Monção Soares Scheweigler
Karina Pereira de Oliveira
Lúcia de Fátima Lima Sousa Travalon
Lucas Ceratti Silvello de Mello Lima
Maria do Espírito Santo Paulino de Sousa
Naide Luciene Costa Sampaio
Rejane de Assis Araújo
Raimundo Pereira Cunha
Samara Sousa Alvarenga
Silvana Marques da Silva
Thiago Ribeiro Alves de Oliveira
Willame Tiago da Silva Sousa

ESCOLA NACIONAL DE ACUPUNTURA – Mantida pelo Instituto Superior de Ciências da Vida (ISCV), a ENAc é a única escola de formação profissional em acupuntura credenciada pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e autorizada a conceder diploma de acupunturista.

“Devido a esse reconhecimento governamental estivemos sempre muito próximos a diversos órgãos e grandes empresas públicas e privadas, levando o melhor da acupuntura tradicional e das massagens terapêuticas aos mais diversos eventos oficiais dessas instituições, tais como no Dia do Servidor, Semana de Saúde, Semana de Prevenção de Acidentes e Qualidade de Vida, Dia das Mães, Dia da Mulher e outros. Nesse espírito de parceria, desenvolvemos um método próprio de trabalho. Se o órgão ou empresa deseja nossa presença no seu evento, enviamos nossos profissionais e o material específico, desenvolvemos nossas atividades e nos responsabilizamos integralmente pelos atendimentos realizados” – comenta o diretor geral da ENAc, Ricardo Antunes.

CUIDADOS EM MEDICINA CHINESA PARA CÃES E GATOS – A prática veterinária aliada à MTC tem registrado melhoras em cachorros e outros animais, inclusive em zoológicos, afetados por uma série de problemas bastante comuns, que incluem até casos neurológicos. A ENAc também está com inscrições abertas para o Curso de Cuidados em Medicina Chinesa Para Cães e Gatos.

As inscrições podem ser feitas na ENAc, na Entrequadra 709/909 Sul, Edifício Fape, Loja 1, próximo à Cultura Inglesa – local de fácil acesso e amplo estacionamento público. O investimento à vista é de R$ 960, uma parcela à vista mais um cheque para 30 dias, ou duas parcelas de R$ 550. O curso, a ser ministrado pela professora Áurea Daia Barreto, médica veterinária, acupunturista, homeopata e fitoterapeuta, ocorrerá em seis encontros quinzenais, sempre aos sábados.

O objetivo do curso é desenvolver teoria e prática de técnicas e procedimentos próprios do universo da medicina tradicional chinesa, como acupuntura, dietoterapia, fitoterapia etc., para cuidados e tratamentos específicos de cães e gatos. O público alvo é acupunturistas, estudantes de acupuntura e médicos veterinários com conhecimentos básicos de medicina tradicional chinesa.

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ACUPUNTURA – O Curso de Formação Profissional em Acupuntura da ENAc tem duração de dois anos, com 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio ambulatorial, num total de 2.520 horas/aula, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). As aulas são diárias e presenciais, com 4 horas/aula de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; e das 19 horas às 22h50.

O curso exige do candidato apenas certificado do ensino médio, ou comprovação de matrícula no último ano do ensino médio. O diploma da instituição habilita à clínica regular e abertura de consultório próprio.

ATENDIMENTO AMBULATORIAL – A ENAc conta com ambiente ambulatorial de excelência em Medicina Tradicional Chinesa, oferecendo tratamento de qualidade para a população a preços acessíveis, incluindo orientação em alimentação terapêutica chinesa e tuiná (massoterapia chinesa). O atendimento ambulatorial poderá ser agendado de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, para os seguintes dias e horários:

Segunda a sexta:  9 às 11 horas e 14 às 17 horas
Terças e quintas: 19 horas às 20h30
Sábados: 9 às 11 horas

Associados, funcionários e seus dependentes legais do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) encaminhados ao ambulatório da ENAc terão desconto de 25% sobre a tabela dos serviços, de acordo com convênio assinado pelas duas entidades.

ACUPUNTURA – De ampla cobertura e eficácia terapêutica, a acupuntura é reconhecida pela OMS e foi incluída na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 17 de novembro de 2010.

Os pilares da acupuntura começaram a ser erguidos a pelo menos 5 mil anos, na China. Os chineses descobriram que além dos sistemas cardiovascular e linfático, há uma teia de meridianos corporais, ou de acupontos, um delgado sistema tubular, nos quais circula a energia vital. 

Até o século 19, supunha-se que esses meridianos eram imaginários, mas nos anos de 1960, o cientista coreano Kim Bong Han injetou isótopo de fósforo num acuponto e observou a absorção da substância pelo organismo, por meio de microrradiografia. Resultado: o isótopo percorreu o clássico traçado daquele meridiano.

Experiências semelhantes foram realizadas por outros cientistas, como os franceses Jean-Claude Darras e Pierre de Vernejoul, e os norte-americanos James Hurtak e Roberto Becker. O resultado foi o mesmo obtido por Kim Bong Han.

QUEM PODE PRATICAR ACUPUNTURA NO BRASIL? – Em setembro de 2013, o programa Cidadania, da TV Senado levou ao ar esclarecedora e atualíssima entrevista sobre acupuntura, ao entrevistar o biólogo e acupunturista Ricardo Antunes, diretor de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira de Acupuntura Tradicional (Sbat) e diretor da Escola Nacional de Acupuntura, e o médico acupunturista Gu Zhou Ji. O que é acupuntura, ato médico, quem pode praticar acupuntura no Brasil? Tudo isso é abordado durante a entrevista, de 28:44 minutos. VEJA


MAIS INFORMAÇÕES

Pelo telefone: (55-61) 3322-4998


*RAY CUNHA é jornalista e terapeuta em Medicina Tradicional Chinesa, assessor de Imprensa da Escola Nacional de Acupuntura (ENAc)

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Curso de Cuidados em Medicina Chinesa Para Cães e Gatos está com inscrições abertas na Escola Nacional de Acupuntura (ENAc), na Entrequadra 709/909 Sul


BRASÍLIA, 24 DE JUNHO DE 2016 – A prática veterinária aliada à MTC tem registrado melhoras em cachorros e outros animais, inclusive em zoológicos, afetados por uma série de problemas bastante comuns, que incluem até casos neurológicos. Escola Nacional de Acupuntura (ENAc) está com inscrições abertas para o Curso de Cuidados em Medicina Chinesa Para Cães e Gatos. 

As inscrições podem ser feitas na ENAc, na Entrequadra 709/909 Sul, Edifício Fape, Loja 1, próximo à Cultura Inglesa – local de fácil acesso e amplo estacionamento público. O investimento à vista é de R$ 960, uma parcela à vista mais um cheque para 30 dias, ou duas parcelas de R$ 550. O curso, a ser ministrado pela professora Áurea Daia Barreto, médica veterinária, acupunturista, homeopata e fitoterapeuta, ocorrerá em seis encontros quinzenais, sempre aos sábados.

O objetivo do curso é desenvolver teoria e prática de técnicas e procedimentos próprios do universo da medicina tradicional chinesa, como acupuntura, dietoterapia, fitoterapia etc., para cuidados e tratamentos específicos de cães e gatos. O público alvo é acupunturistas, estudantes de acupuntura e médicos veterinários com conhecimentos básicos de medicina tradicional chinesa.


CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ACUPUNTURA – O Curso de Formação Profissional em Acupuntura da ENAc tem duração de dois anos, com 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio ambulatorial, num total de 2.520 horas/aula, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). As aulas são diárias e presenciais, com 4 horas/aula de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; e das 19 horas às 22h50.

O curso exige do candidato apenas certificado do ensino médio, ou comprovação de matrícula no último ano do ensino médio. O diploma da instituição habilita à clínica regular e abertura de consultório próprio.

Mantida pelo Instituto Superior de Ciências da Vida (ISCV), a ENAc é a única escola de formação profissional em acupuntura credenciada pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e autorizada a conceder diploma de acupunturista.

ATENDIMENTO AMBULATORIAL – A ENAc conta com ambiente ambulatorial de excelência em Medicina Tradicional Chinesa, oferecendo tratamento de qualidade para a população a preços acessíveis, incluindo orientação em alimentação terapêutica chinesa e tuiná (massoterapia chinesa). O atendimento ambulatorial poderá ser agendado de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, para os seguintes dias e horários:

Segunda a sexta:  9 às 11 horas e 14 às 17 horas
Terças e quintas: 19 horas às 20h30
Sábados: 9 às 11 horas

Associados, funcionários e seus dependentes legais do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) encaminhados ao ambulatório da ENAc terão desconto de 25% sobre a tabela dos serviços, de acordo com convênio assinado pelas duas entidades.

ACUPUNTURA – De ampla cobertura e eficácia terapêutica, a acupuntura é reconhecida pela OMS e foi incluída na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 17 de novembro de 2010.

Os pilares da acupuntura começaram a ser erguidos a pelo menos 5 mil anos, na China. Os chineses descobriram que além dos sistemas cardiovascular e linfático, há uma teia de meridianos corporais, ou de acupontos, um delgado sistema tubular, nos quais circula a energia vital. 

Até o século 19, supunha-se que esses meridianos eram imaginários, mas nos anos de 1960, o cientista coreano Kim Bong Han injetou isótopo de fósforo num acuponto e observou a absorção da substância pelo organismo, por meio de microrradiografia. Resultado: o isótopo percorreu o clássico traçado daquele meridiano.

Experiências semelhantes foram realizadas por outros cientistas, como os franceses Jean-Claude Darras e Pierre de Vernejoul, e os norte-americanos James Hurtak e Roberto Becker. O resultado foi o mesmo obtido por Kim Bong Han.

QUEM PODE PRATICAR ACUPUNTURA NO BRASIL? – Em setembro de 2013, o programa Cidadania, da TV Senado levou ao ar esclarecedora e atualíssima entrevista sobre acupuntura, ao entrevistar o biólogo e acupunturista Ricardo Antunes, diretor de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira de Acupuntura Tradicional (Sbat) e diretor da Escola Nacional de Acupuntura, e o médico acupunturista Gu Zhou Ji. O que é acupuntura, ato médico, quem pode praticar acupuntura no Brasil? Tudo isso é abordado durante a entrevista, de 28:44 minutos. VEJA


MAIS INFORMAÇÕES

Pelo telefone: (55-61) 3322-4998

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Hospital Sírio-Libanês de Brasília realiza neste sábado o I Workshop de Cuidados Paliativos



RAY CUNHA
raycunha@gmail.com

BRASÍLIA, 15 DE JUNHO DE 2016 – Hospital Sírio-Libanês de Brasília realiza o I Workshop de Cuidados Paliativos neste sábado 18, na Associação Médica de Brasília (AMBr), no SCES (Setor de Clubes Esportivos Sul), Trecho 3, Conjunto 6. O evento é organizado pelo Dr. Gustavo Fernandes, diretor médico da unidade do Sírio-Libanês em Brasília e presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, e pela médica paliativista Suelen Medeiros, do HSL/Brasília, com apoio da matriz em São Paulo. A coordenação está a cargo da equipe de suporte e cuidados paliativos do Centro de Oncologia do HSL/Brasília  Dra. Suelen Medeiros, psicóloga em atenção oncológica Josiane Moreira e enfermeira Renata Lepesquer. A certificação dos participantes será enviada eletronicamente. O evento é aberto à imprensa.

O workshop será dividido em quatro módulos, com os seguintes temas e palestrantes:

Módulo I – Cuidados paliativos: Conceitos, aspectos legais e bioéticos

Cuidados paliativos no século XXI – Dr. Humberto Fonseca, secretário de Saúde do Distrito Federal
Dra. Suelen Medeiros, médica paliativa do HSL/Brasília

Legislação Brasileira e Cuidados Paliativos – Dr. Diaulas Costa Ribeiro, promotor do DF

Bioética na tomada de decisão – Dr. Reinaldo Ayer, do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e da USP/SP

Bioética na terminalidade – Dra. Anelise Pulschen, diretora geral do Hospital de Apoio

Módulo II – Cuidados paliativos: Tratamento dos sintomas

Controle de sintomas – Abordagem transdisciplinar – Psicóloga Josiane Moreira e enfermeira Renata Lepesquer, do HSL/Brasília
Sedação Paliativa – Quando e por quê – Dra. Marcela Crosara, do HSL/Brasília
As últimas 48 horas – Reconhecimento e manejo – Dra. Suelen Medeiros, do HSL/Brasília

Módulo III - Comunicação

Aspectos da comunicação no cuidar – Dr. Daniel Forte, do HSL/São Paulo
Perdas e luto – Psicóloga Daniela Achette, do HSL/São Paulo
Existe espaço para espiritualidade na medicina? – Dra. Ana Cristina de Castro Pugliese, do HSL/São Paulo

Módulo IV - Integração

Apresentação de caso clínico – Dra. Suelen Medeiros, do HSL/Brasília
Modelo Integrado de Oncologia e Cuidados Paliativos – Dr. Gustavo Fernandes, diretor médico do HSL/Brasília e presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, e Dra. Suelen Medeiros, do HSL/Brasília

CUIDADOS PALIATIVOS – Segundo a Wikipédia, “Paliativismo ou Cuidados Paliativos é o conjunto de práticas de assistência ao paciente, que visa oferecer dignidade e diminuição de sofrimento em pacientes terminais, ou em estágio avançado de determinada enfermidade.

“São cuidados providos por uma equipe multidisciplinar composta por médico, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, farmacêutico, biomédico, equipe de enfermagem, psicólogo e profissional ligado ao campo religioso, como padre ou pastor. A equipe deve ter como finalidade o alívio da dor e maximização das habilidades funcionais remanescentes, fazendo assim com que o paciente tenha maior autonomia e dignidade possíveis.

“Os cuidados paliativos, baseados nos conceitos da ortotanásia, se concentram em amenizar os sintomas da doença e dar apoio físico e psicológico ao paciente e à família, integrando diferentes profissionais da área médica, havendo ou não possibilidade de cura”.


IMPRENSA

Para mais informações, jornalistas devem entrar em contato com as coordenadoras do I Workshop de Cuidados Paliativos:

Dra. Suelen Medeiros, médica paliativista do Hospital Sírio-Libanês: telefone 98163-4432

Psicóloga Josiane Moreira, do Hospital Sírio-Libanês: telefone 99924-8415

Assessor de Imprensa do evento, Ray Cunha: telefone 99621-6425 e-mail: raycunha@gmail.com



segunda-feira, 13 de junho de 2016

Escola Nacional de Acupuntura atende alunos e visitantes de feira de empreendedorismo no UniCeub


BRASÍLIA, 13 DE JUNHO DE 2016 – Em suas atividades de extensão, a Escola Nacional de Acupuntura (ENAc), em parceria com o Centro Universitário de Brasília (UniCeub), participou da Teias – Tecnologia, Empreendedorismo, Inovação, Arte e Sustentabilidade, feira promovida por estudantes do UniCeub, realizada no dia 3 de junho, na sede da universidade, na Asa Norte.

Sob o comando do professor Martin Sotero, uma equipe de alunos da ENAc atendeu, das 14 às 18 horas, dezenas de estudantes do UniCeub e visitantes da feira, que se submeteram a sessões de acupuntura, auriculoterapia e tuiná (massagem terapêutica chinesa).

ENAc – Localizada na 709/909 Sul, Edifício Fape, Loja 1, próximo à Cultura Inglesa – local de fácil acesso e amplo estacionamento público – a ENAc  ministra o Curso de Formação Profissional em Acupuntura, exigindo, do candidato, apenas certificado do ensino médio, ou comprovação de matrícula no último ano do ensino médio. O diploma da ENAc habilita à clínica regular e abertura de consultório próprio.

Mantida pelo Instituto Superior de Ciências da Vida (ISCV), a ENAc é a única escola de formação profissional em acupuntura credenciada pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e autorizada a conceder diploma de acupunturista.

O Curso de Formação Profissional em Acupuntura tem duração de dois anos, com 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio ambulatorial, num total de 2.520 horas/aula, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). As aulas são diárias e presenciais, com 4 horas/aula de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; e das 19 horas às 22h50.

ATENDIMENTO AMBULATORIAL – A ENAc conta com ambiente ambulatorial de excelência em Medicina Tradicional Chinesa, oferecendo tratamento de qualidade para a população a preços acessíveis, incluindo orientação em alimentação terapêutica chinesa e tuiná (massoterapia chinesa).

Venha conhecer nosso trabalho terapêutico e sinta os efeitos desse conhecimento milenar. Marque o horário para consulta, de segunda a sábado, e saiba mais sobre essa ciência da saúde. O atendimento ambulatorial poderá ser agendado de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, para os seguintes dias e horários:

Segunda a sexta:  9 às 11 horas e 14 às 17 horas
Terças e quintas: 19 horas às 20h30
Sábados: 9 às 11 horas

JORNALISTAS – Associados, funcionários e seus dependentes legais do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) encaminhados ao ambulatório da NEAc terão desconto de 25% sobre a tabela dos serviços.

ACUPUNTURA – De ampla cobertura e eficácia terapêutica, a acupuntura é reconhecida pela OMS e foi incluída na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 17 de novembro de 2010.

Os pilares da acupuntura começaram a ser erguidos a pelo menos 5 mil anos, na China. Os chineses descobriram que além dos sistemas cardiovascular e linfático, há uma teia de meridianos corporais, ou de acupontos, um delgado sistema tubular, nos quais circula a energia vital. 

Até o século 19, supunha-se que esses meridianos eram imaginários, mas nos anos de 1960, o cientista coreano Kim Bong Han injetou isótopo de fósforo num acuponto e observou a absorção da substância pelo organismo, por meio de microrradiografia. Resultado: o isótopo percorreu o clássico traçado daquele meridiano.

Experiências semelhantes foram realizadas por outros cientistas, como os franceses Jean-Claude Darras e Pierre de Vernejoul, e os norte-americanos James Hurtak e Roberto Becker. O resultado foi o mesmo obtido por Kim Bong Han.

QUEM PODE PRATICAR ACUPUNTURA NO BRASIL? – Em setembro de 2013, o programa Cidadania, da TV Senado levou ao ar esclarecedora e atualíssima entrevista sobre acupuntura, ao entrevistar o biólogo e acupunturista Ricardo Antunes, diretor de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira de Acupuntura Tradicional (Sbat) e diretor da Escola Nacional de Acupuntura, e o médico acupunturista Gu Zhou Ji. O que é acupuntura, ato médico, quem pode praticar acupuntura no Brasil? Tudo isso é abordado durante a entrevista, de 28:44 minutos. VEJA


MAIS INFORMAÇÕES

Pelo telefone: (55-61) 3322-4998