sábado, 15 de agosto de 2015

Hora de varrer Lula Rousseff e o PT do mapa

Lula Rousseff na Marcha das Margaridas, manifestação pró-Dilma financiada com dinheiro público, ocorrida quarta-feira 12,
em Brasília (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

RAY CUNHA


BRASÍLIA, 15 DE AGOSTO DE 2015 – Lula Rousseff assumiu a presidência da República em 1 de janeiro de 2003 e desde então, agora como ditador nas sombras, manipulando sua marionete, Dilma, vem aparelhando o Estado, inclusive o Supremo Tribunal Federal (STF); elevando o patrimonialismo a um nível que ultrapassou Jeca Sarney, que se apossou do Maranhão, ao qual anexou o Amapá; comandando a maior pilhagem jamais observada em qualquer país do planeta, usando para isso principalmente o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Petrobras; e instalando a era da mediocridade, nivelando tudo por baixo, depravando tudo em que toca.

Desde então, e lá se vão 12 anos, o país vem sendo pilhado, sucateado e entregue ao sindicato dos ladrões bolivarianos. As Forças Armadas estão quietas, cumprindo seu papel constitucional, numa prova de que a democracia triunfa. Mas o estelionato eleitoral-eletrônico que confirmou a marionete no Planalto e Lula Rousseff ditador nas sombras, foi muito bom que tivesse ocorrido, por uma razão simples: agora, a classe média, e até o povão da periferia, já perceberam em que pântano o PT está metendo o Brasil.

Em 2003, o Brasil estava crescendo, não havia inflação e o desemprego era pequeno. Se nesses 12 anos houvesse investimento pesado e constante na infraestrutura, na educação, na tecnologia e na pesquisa, estaríamos, hoje, ombreando a China. Mas não há mentira que engane todo mundo e o tempo todo. Chegou a hora de acabar com esse sofrimento, de ver, sem poder fazer nada, o país ser assaltado, de ver os cidadãos serem assaltados e assassinados, chefes de família perderem o emprego e mergulharem no desespero e na tragédia, de assistir o dia a dia dos matadouros públicos, os hospitais, de ver bandidos promovendo bacanais nos três Poderes. Basta!

Lula Rousseff criou um negócio engenhoso para receber propina: uma empresa para gerenciar suas “palestras”, a lavanderia LILS (Luiz Inácio Lula da Silva), que, segundo a revista Veja, arrecadou R$ 27 milhões em quatro anos, R$ 10 milhões dos quais pagos por empresas que estão sendo investigadas por corrupção, roubalheira grossa, na Operação Lava-Jato.

Segundo Veja, “de abril de 2011 até maio deste ano, a empresa de palestras de Lula, entre créditos e débitos, teve uma movimentação de R$ 52 milhões. Na conta-corrente que começa com o número 13 (referência ao número do PT), a empresa recebeu R$ 27 milhões, provenientes de companhias de diferentes ramos de atividade. Encabeçam a lista a Odebrecht, a Andrade Gutierrez, a OAS e a Camargo Corrêa, todas elas empreiteiras investigadas por participação no esquema de corrupção da Petrobras. Essas transações foram compiladas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Fazenda. O Coaf trabalha com informações do sistema financeiro e seus técnicos conseguem identificar movimentações bancárias atípicas, entre elas saques e depósitos vultosos que podem vir a ser do interesse dos órgãos de investigação. Neste ano, os analistas do Coaf fizeram cerca de 2 300 relatórios que foram encaminhados à Polícia Federal, à Receita Federal e ao Ministério Público. O relatório sobre a LILS classifica a movimentação financeira da empresa de Lula como incompatível com o faturamento. Os analistas afirmam no documento que aproximadamente 30% dos valores recebidos pela empresa de palestras do ex-presidente foram provenientes das empreiteiras envolvidas no escândalo do petrolão”.

A Polícia Federal fez um grampo em 15 de junho passado entre Lula Rousseff e o executivo Alexandrino Alencar, da Odebrecht, a maior empreiteira do país. Alexandrino está preso em Curitiba. Na escuta, Lula Rousseff menciona o BNDES, financiador das negociatas da Odebrecht.

Nestor Cerveró, ex-diretor da área internacional da Petrobras, confessou à Justiça que em 2006 o PT contraíra uma dívida de campanha de R$ 60 milhões de reais com o Banco Schahin, do mesmo grupo que administrava a construtora Schahin. Pois bem, o PT usou os contratos da diretoria internacional da Petrobras para pagar a dívida da campanha. “O presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli, incumbiu pessoalmente Cerveró do caso. O ex-diretor recebeu ordens claras para direcionar o contrato bilionário da sonda à Schahin. Uma vez contratada pela Petrobras, a empreiteira descontou a dívida do PT da propina devida aos corruptos do petrolão. Para garantir o silêncio sobre o arranjo, a Schahin também pagou propina aos dirigentes da Petrobras envolvidos na transação. Os repasses foram acertados pelo executivo Fernando Schahin, filho do fundador do grupo, Milton Schahin, e um dos dirigentes da Schahin Petróleo e Gás. Fernando usou uma conta no banco suíço Julius Baer para transferir a propina destinada aos dirigentes da estatal para o banco Cramer, também na Suíça. O dinheiro chegou a Cerveró e aos gerentes da área Internacional Eduardo Musa e Carlos Roberto Martins, igualmente citados como beneficiários dos subornos” – relata Veja.

Veja: “Além de amortizar as dívidas da campanha de 2006, o contrato da sonda Vitória 10 000 serviu para encerrar outro assunto nebuloso envolvendo empréstimos do Banco Schahin e o PT. A história remonta ao assassinato do prefeito petista Celso Daniel, em Santo André, em 2002. Durante o julgamento do mensalão, ao pressentir que seria condenado à prisão pelo Supremo Tribunal Federal, Marcos Valério, o operador do esquema, tentou fechar um acordo de delação premiada com o Ministério Público. Em depoimento na Procuradoria-Geral da República, ele narrou a história que agora pode se confirmar no petrolão. Segundo Valério, o PT usou a Petrobras para pagar suborno a um empresário que ameaçava envolver Lula, Gilberto Carvalho e o mensaleiro preso José Dirceu na trama que resultou no assassinato de Celso Daniel.
“Valério contou aos procuradores que se recusou a fazer a operação e que coube ao pecuarista José Carlos Bumlai, amigo pessoal de Lula, socorrer a cúpula petista. Segundo ele, Bumlai contraiu um empréstimo de R$ 6 milhões no Banco Schahin para comprar o silêncio do chantagista. Depois, usou sua influência na Petrobras para conseguir os contratos da sonda para a construtora. O próprio Milton Schahin admitiu ter emprestado 12 milhões de reais ao amigo de Lula.

“Não fosse pela Lava-Jato, a trama que envolve a campanha de Lula e os contratos na Petrobras permaneceria oculta nos orçamentos cifrados da estatal. A Schahin, que vira seu faturamento saltar de US$ 133 milhões para US$ 395 milhões durante os oito anos de governo Lula, seguiria faturando sem ser importunada”.

Por uma Elba, Fernandinho Afonsinho, o que diz que tem aquilo roxo (estaria estragado?), perdeu a teta do Palácio do Planalto.

Amanhã, os brasileiros irão às ruas para pedir o impeachment de Dilma Lula Rousseff e a desarticulação da quadrilha do PT. A prisão da cúpula da máfia e a repatriação do que avalio em R$ 1 trilhão que furtaram será um segundo passo. Sem isso, estaremos fadados a retroceder a uma republiqueta de banana. Urge resgatarmos nossa cidadania! A pátria precisa de nós!

Seguem-se, em ordem alfabética, os locais e horários da manifestação pelo Brasil, neste domingo 16:

ACRE

Mâncio Lima – 9h30 – Praça São Sebastião (Centro)
Rio Branco – 14h – Em frente do Palácio do Governo

ALAGOAS

Arapiraca – 15h – Praça Marques
Maceió – 9h – Corredor Vera Arruda

AMAZONAS

Benjamim Constant – 16h – Praça Frei Ludovico
Manaus – 16h – R. Djalma x R. Para

AMAPÁ

Macapá – 15h – Praça da Bandeira

BAHIA

Barreiras – 16h – Praça das Corujas
Brumado – 17h – Praça Coronel Zeca Leite
Cachoeira – 15h – Praça 25
Camaçari – 9h30 – Praça Des. Montenegro
Conceição do Coité - 15h – Praça da Matriz
Feira de Santana – 15h – Em frente da Prefeitura
Ilhéus – 15h30 – Catedral São Sebastião / Ct. Dom Eduardo
Itabuna – 15h – Jardim do Ó
Itapetinga - 15h – Lagoa
Jequié - 15h – Praça do Viveiro
Salvador – 9h – Porto da Barra
Vitória da Conquista – 9h – Praça Guadalajara

CEARÁ

Adrianópolis – 9h – Praça Central
Barbalha – 16h – Praça da Estação
Fortaleza - 15h – Praça Portugal
Sobral – 9h – Praça da Coluna da Hora

DISTRITO FEDERAL

Brasília – 9h30 – Museu Nacional (Esplanada dos Ministérios)

ESPÍRITO SANTO

Cachoeiro de Itapemirim - 9h – Praça Jerônimo Monteiro
Colatina – 16h – Praça Municipal (Centro)
Guarapari – 11h – Praça do Radium Hotel
João Neiva – 9h – Praça do Gadioli (Centro)
Linhares – 14h – Praça 22 de Agosto
Marataízes – 9h – Praia da Barra (em frente da quadra de esportes)
Serra – 15h – Praça de Nova Aldeia (Centro)
Vitória – 15h – Praça do Papa

GOIÁS

Anápolis – 14h – Praça Dom Emanuel
Goiânia – 14h – Praça Tamandaré
Jataí - 9h – Praça da Bíblia
Santa Helena de Goiás – 10h – Praça da Igreja Matriz

MARANHÃO

Barra do Corda – 16h – Praça Melo Uchoa
Sao Luis - 16h – Av. Litoranea (Praia do Calhau)

MINAS GERAIS

Araguari – 10h – Praça Getúlio Vargas
Araxá – 10h – Praça da Matriz de São Domingos
Barbacena – 16h – Praça dos Andradas
Belo Horizonte - 10h – Praça da Liberdade
Betim – 9h – Praça Tiradentes
Carbonita - 15h – Praça das Padarias
Cataguases – 10h – Praça Santa Rita
Coronel Fabriciano - 9h – Em frente ao Barrilzinho
Curvelo – 10h – Praça Central do Brasil
Diamantina – 9h – Em frente ao Mercado Municipal
Divinópolis – 15h30 – Praça do Santuário
Extrema – 9h – Parque de Eventos
Governador Valadares - 10h – Praça dos Pioneiros
Ipatinga - 10h – Feira do Canaã / Prefeitura
Itajubá – 15h – Sambódromo de Itajubá
Ituiutaba – 15h30 – Praça Getúlio Vargas
Juiz de fora – 10h – Praça de São Mateus
Montes Claros – 9h30 – Praça Catedral
Muriaé – 14h – Praça João Pinheiro
Ouro Fino – 9h30 – Prefeitura Municipal
Passos – 14h – Av. Juca Stockler, 1130 UEMG (FESP)
Patos de Minas - 10h – Praça do Fórum
Pouso Alegre – 10h – Em frente a Catedral
Poços de Caldas – 10h – Praça Dr. Pedro Sanches
Santa Luzia – 11h – Av. Brasilia
São João Del Rei - 15h – Praça Estação Ferroviária
São João das Missões – 12h – Praça São João
São Lourenço - 15h – Praça João Lage
Sete Lagoas – 10h – Feirinha da Lagoa Paulino
Teófilo Otoni – 20h – Praça Tiradentes
Três Pontas – 15h – Praça da Matriz
Uberaba – 10h – Praça Rui Barbosa
Uberlândia – 10h – Praça Tubal Vilela
Varginha - 10h – Concha Acústica (Centro)
Viçosa - 10h – Quatro Pilastras (UFV)

MATO GROSSO DO SUL

Campo Grande – 14h – Praça do Rádio
Caracol – 15h – Praça 1º de Maio
Dourados – 15h – Praça Antônio João

MATO GROSSO

Cuiabá – 16h – Praça Alencastro

PARÁ

Paragominas – 16h – Praça Célio Miranda
Belém – 8h – Escadinha Estação das Docas
Marabá – 16h – Praça Duque de Caxias

PARAÍBA

Campina Grande – 15h30 – Praça da Bandeira
João Pessoa – 13h30 – Av. Epitácio Pessoa (em frente do Grupamento de Eng.)

PERNAMBUCO

Olinda – 10h – Praça Do Quartel (Bairro Novo)
Orobó – 15h – Quadra Central
Petrolina - 15h30 – Praça da Catedral
Recife – 9h30 – Av Boa Viagem

PIAUÍ

São Luís do Piauí - 16h – Rua Francisco de Sousa Salles
Teresina - 16h – Av. Mar. Castelo Branco em frente à Alepi

PARANÁ

Apucarana – 15h – Praça Rui Barbosa
Arapongas – 15h – Praça Mauá
Cascavel – 15h – Catedral N.S. Aparecida
Castro – 15h – Praça Manoel Ribas
Curitiba – 14h – Praça Santos Andrade
Dois Vizinhos – 15h – Praça da Amizade (Praça do Pedágio)
Foz Iguaçu – 9h – Praça do Mitre
Francisco Beltrão – 15h – Calçadão da Igreja Matriz
Guarapuava – 16h – Praça Cleve
Irati - 15h30 – Praça da Bandeira
Jacarezinho - 16h – Faculdade de Filosofia
Laranjeiras do Sul - 14h – Praça José Nogueira Amaral
Londrina – 15h – Colégio Vicente Rijo
Maringá – 14h – Catedral
Palmeira – 14h – Praça da Rua Conceição
Paranaguá – 15h – Praça da Bíblia (ao lado do terminal urbano)
Paranavaí - 14h – Praça dos Pioneiros
Ponta Grossa – 15h – Praça de Novoa Aldeia (Centro)
Querência do Norte – 13h – Praça Central
Rio Negro – 15h30 – Praça Lauro Müler em Mafra
Toledo – 14h – Lago Municipal
Wenceslau Braz – 16h – Espaço Chico

RIO DE JANEIRO

Cabo Frio – 15h – Praça da Cidadania / Praça Porto Rocha
Niterói – 10h – Reitoria Universidade Federal Fluminense
Petrópolis – 14h – Praça Dom Pedro II (Centro)
Resende – 14h – Calçadão Campos Elíseos
Rio de Janeiro - 11h – Praia de Copacabana em frente à R. Sousa Lima, Posto 5
Volta Redonda – 9h30 – Praça Brasil

RIO GRANDE DO NORTE

Caico – 16h – Av. Renato Dantas (Rodoviária)
Mossoró – 16h – Rua João Marcelino (Praça do Diocesano)
Natal - 15h – Midway Mall

RONDÔNIA

Porto Velho – 14h – As 3 Caixas D’água
Presidente Medici – 15h – Av 30 de junho (Auto Posto Santa Maria)

RORAIMA

Boa Vista – 15h – Praça Caixa d’água / 16h – Praça do Centro Cívico

RIO GRANDE DO SUL

Alegrete – 15h – Praça Nova (Camelódromo)
Cachoeira do Sul - 13h30 – Paço Municipal (Cheateau d’Eau)
Campo Bom – 9h – Largo Irmãos Vetter
Canela – 13h30 – Catedral da Pedra
Canoas - 15h – Praça do Avião
Caxias do Sul - 15h30 – Praça Dante
Erechim – 14h – Praça da Bandeira
Espumoso – 15h – Praça Borges Medeiros
Ibirubá – 14h – Praça General Osório
Imbé – 14h – Prefeitura
Lajeado – 15h – Parque Theobaldoo Dick
Novo Hamburgo – 15h – Praça Punta Del Este
Pelotas – 15h – Praça Cel. Pedro Osório
Porto Alegre - 14h – Parcão
Santa Cruz do Sul - 15h – Praça do Palacinho
Santa Maria – 14h – Praça Saldanho Marinho
Santa Rosa – 16h – Parcão
Sapiranga – 15h – Parcão
São Gabriel - 14h – Trevo entrada da Cidade
Uruguaiana – 15h30 – Praça Braão do Rio Branco
Vacaria – 15h – Praça Daltro Filho

SANTA CATARINA

Araranguá – 16h – Calcadão Central
Balneário Camboriú – 15h – Praça Almirante Tamandaré
Blumenau - 14h – Em frente a Prefeitura
Brusque - 10h – Praça da Prefeitura
Campos Novos – 16h – Praça Lauro Muller
Caçador – 15h – Praça da Carroça-Beira Rio
Chapecó – 10h – Praça Coronel Bertado
Concórdia – 10h – Posto Lamonato
Criciúma – 16h – Parque das Nações
Florianópolis – 15h – Trapiche da Beira-Mar
Gaspar – 14h – Prefeitura
Itajaí – 15h – Beira Rio (Av. Min. Victor Konder)
Itapema – 15h – Praça da Paz (Centro)
Jaraguá do Sul - 15h – Praça Angelo Piazera
Joinville – 15h – Praça da Bandeira
Mafra – 15h30 – Praça do Alto de Mafra
Maravilha – 17h – Praça da Matriz
Morro da Fumaça – 14h – Ao lado da Prefeitura
Timbó – 9h – Prefeitura
Tubarão – 16h – Praça Sete em frente ao Museu Willy Zumblick

SERGIPE

Aracaju – 15h – Treze de Julho

SÃO PAULO

Adamantina – 16h – Praça Élio Micheloni
Americana – 16h – Praça do Trabalhador
Araraquara – 16h – Praça da Arena da Fonte
Araras – 15h – Praça Barão de Araras
Araçatuba – 9h30 – Av. Brasília x Pompeu
Assis - 16h – Praça Arlindo Luz
Atibaia – 10h – Praça da Matriz (Centro)
Batatais – 10h – Igreja da Matriz
Bauru – 8h30 – Av. Getulio Vargas
Bebedouro – 10h – Praça da Matriz (Concha Acústica)
Birigui - 10h – Praça Dr. Gama
Botucatu - 14h – Largo da Catedral
Campinas – 14h – Largo do Rosário
Capivari – 16h – Praça Central
Cerquilho – 15h – Praça do Convivio
Dracena - 14h – Praça Arthur Pagnozzi
Fernandópolis – 10h30 – Praça da Matriz (em frente a Pernambucanas)
Franca – 15h – Catedral
General Salgado – 10h – Calçadão
Guarujá – 17h – Praça das Bandeiras
Guarulhos – 11h – Bosque Maia
Indaiatuba – 9h30 – Parque Ecológico
Itanhaem – 14h30 – Praça da Igreja de Sant’Anna
Itapetininga - 14h30 – Praça dos Amores
Itapeva – 15h – Praça de Eventos Zico Campolim
Itu - 16h30 – Igreja Matriz
Jaboticabal - 16h – Praça 9 de Julho
Jacarei - 10h – Praça da Cidade
Jaú - 15h – Praça do Beko
Jundiai – 9h30 – Av. Nove de Julho
Lençóis Paulista – 14h – Praça do Ginásio de Esportes “Tonicão”
Limeira – 15h – Praça Toledo de Barros
Lins – 9h30 – Praça da Igreja Dom Bosco
Mogi Das Cruzes - 9h – Praça Oswaldo Cruz (Praça do Relógio)
Mogi-Guaçu – 14h – Campo da Brahma
Nova Odessa – 15h – Praça José Gazzetta (Centro)
Osasco – 14h – Estação de Trem
Ourinhos – 14h – Praça Mello Peixoto
Penápolis – 9h – Santa Leonor
Peruibe - 14h – Praça Lino Passos
Pindamonhangaba – 15h – Praça da Cascata
Piracicaba – 9h – Praça José Bonifácio
Piraju – 13h – Praça Matriz São Sebastião
Pirajuí – 15h – Praça na frente da Prefeitura
Pirassununga – 15h30 – Praça Central da Matriz
Pompeia – 9h – Via expressa em frente a rotatoria da Unipac
Praia Grande - 14h – Praça 19 de Janeiro
Presidente Epitácio – 15h – Praça do Cruzeiro
Presidente Prudente – 16h – Parque do Povo (Prox. Colégio Poliedro)
Presidente Venceslau – 9h – Praça Nicolino
Promissão – 10h – Praça Nove de Julho
Ribeirão Preto – 10h – Praça XV
Rincão - 14h – Prefeitura Municipal
Rio Claro – 9h – Praça dos Bancos
Salto – 16h – Praça XV
Santa Bárbara D’Oeste – 16h – Em frente a Prefeitura
Santa Fé do Sul - 15h – Praça Salles Filho (Centro)
Santo André – 10h – Paço Municipal
Santos - 14h – Praça da Independência
Sertãozinho – 16h – Praça 21 de Abril (Centro)
Sorocaba – 15h – Praça do Canhão
Sumaré - 10h – Praça das Bandeiras (Centro)
São Caetano do Sul – 14h – Av Goiás próximo Escola Digital
São Carlos – 10h – Av. Com. Alfredo Maffei (Praça do Mercado)
São José do Rio Preto – 10h – Em frente a Prefeitura
São José dos Campos – 14h – Praça Afonso Pena
São João da Boa Vista – 9h – Praça Cel. Joaquim José
São Paulo – 14h – Av. Paulista x R. Pamplona
Tatuí – 15h – Praça da Matriz
Taubaté - 15h – Praça do Batalhão
Tietê - 11h – Praça Dr. Elias Garcia
Ubatuba – 10h – Pista de Skate
Vinhedo – 14h – Portal
Votuporanga - 10h – Concha Acústica

TOCANTINS

Palmas – 16h – Praça dos Girassóis

NO EXTERIOR (HORÁRIO LOCAL)

ALEMANHA

Berlim – 16h – Embaixada Brasileira
Frankfurt - 16h – Consulado Brasileiro

ARGENTINA

Bariloche - 15h – Centro Cívico

AUSTRÁLIA

Sydney – 16h – Martin Place

BOLÍVIA

Cochabamba - 12h – Praça das Bandeiras

CANADÁ

Montreal - 15h – Consulado do Brasil
Toronto - 14h – Queen’s Park

ESTADOS UNIDOS

Miami – 15h – Bayside
Nova York – 14h – Times Square, 45/46
San Francisco – 13h – Justin Herman Plaza
Seattle - 14h – Seattle Mall
Washington – 10h – Embaixada Brasileira

FRANÇA

Paris - 16h – Embaixada Brasileira

INGLATERRA

Londres - 15h – Embaixada Brasileira

IRLANDA

Dublin – 16h – Embaixada Brasileira

ITÁLIA

Milão – 16h – Consulado Brasileiro
Roma- 16h – Embaixada Brasileira

PORTUGAL

Lisboa – 16h – Praça Luís de Camões/Consulado Brasileiro
Porto – 16h – Consulado Brasileiro