terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Heitor Andrade lança O Cão Selvagem

O poeta Heitor Andrade autografa seu sexto livro nesta quinta-feira, 12

BRASÍLIA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013 – O poeta e jornalista Heitor Andrade autografa seu sexto livro, O Cão Selvagem (Editora Siglaviva, Brasília), nesta quinta-feira 12, no Café Senhoritas, na 408 Norte, Bloco E, a partir das 19 horas. Em dezembro do ano passado, ele quebrou jejum de 18 anos com seu quinto livro, Minha Moldura é o Universo, também pela Editora Siglaviva.

Heitor Andrade é autor ainda de Corpos de Concreto (1964), livro concretista, queimado na nascente Ditadura dos Generais (1964-1985); Sigla Viva (1971), Três X1 – A Matemática do Poema; e Nas Grades do Tempo, além de poemas em fôlderes.

Natural de Salvador, o escritor é pioneiro na vida cultural e jornalística de Brasília, onde vive há 45 anos. Um dos construtores dos alicerces da vida cultural da capital, nos anos heroicos da cidade, na década de 1960, Heitor Andrade, além de se dedicar à poesia, é agitador cultural, apresentando-se na noite brasiliense com seu Teatro do Imprevisto. Nessas apresentações, improvisa e dialoga com a plateia, sempre instigante.

O cineasta Renato Cunha, editor da Siglaviva, trabalha atualmente num documentário longo sobre Heitor, com produção de Kim Andrade, que foi produtor de Glauber Rocha. Heitor e Kim são primos de Glauber.

Candidato derrotado à Câmara Legislativa do Distrito Federal, pelo PV, em 2010, Heitor Andrade afirmou que “o maior crime ecológico do país chama-se Águas Claras, construída pela corja da construção civil de Brasília, em cima do maior manancial hídrico do Brasil”.

Sobre o Cerrado: “Vem sendo destruído pelo pessoal da soja. É uma catástrofe, porque temos uma reserva hídrica gigantesca nesse bioma; as bacias hidrográficas do país nascem no Cerrado do Planalto Central”.

E sobre o Entorno do DF: “O governo de Goiás acha que o Entorno é problema de Brasília e Brasília acha que é de Goiás. O governo federal, com sua majestosa incompetência, também ignora o Entorno, que enfrenta graves problemas de saúde, de educação, muita criminalidade. O Entorno, que é na verdade uma região rica, está abandonado”.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

ENAc abre inscrições para Curso de Formação em Acupuntura/Medicina Tradicional Chinesa

BRASÍLIA, 6 DE DEZEMBRO DE 2013 – As inscrições para o Curso de Formação em Acupuntura (Medicina Tradicional Chinesa), da Escola Nacional de Acupuntura (ENAc), estão abertas, até 20 de dezembro, e de 13 de janeiro a 3 de fevereiro de 2014. A ENAc entra em recesso de 21 de dezembro a 12 de janeiro. Para matricular-se, após processo seletivo, é necessário que o candidato tenha concluído, ou apresente comprovação formal de matrícula no último ano do Ensino Médio. São 4 horas/aula diárias, de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia; e das 18h50 às 22h50.

Único no Distrito Federal autorizado pelo Ministério da Educação (MEC) e Secretaria de Educação do DF, o Curso de Formação em Acupuntura da ENAc tem duração de dois anos, com 2.080 horas/aula e 440 horas de estágio, num total de 2.520 horas/aula, em conformidade com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS/ONU).

O investimento total, de R$ 15.120 (R$ 3.780 o semestre), poderá ser pago das seguintes maneiras: 6 cheques de R$ 567 cada ou 6 notas promissórias de R$ 630 cada no semestre; à vista, R$ 3.061,80 no semestre; ou três cheques de R$ 1.134, no semestre.

Certificado pela Enac, o profissional estará apto a clinicar e a abrir consultório próprio. O acupunturista realiza prognósticos energéticos por meio de métodos da Medicina Tradicional Chinesa para harmonização energética, fisiológica e psico-orgânica (Código Brasileiro de Ocupações – CBO, do Ministério do Trabalho).

As especialidades da Medicina Tradicional Chinesa são de ampla cobertura e eficácia terapêutica. Reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde, foram incluídas na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, em 17 de novembro de 2010, durante a V Sessão do Comitê Intergovernamental da Unesco.

AMBULATÓRIO

O ambulatório da ENAc oferece atendimento em acupuntura e massagens terapêuticas, a preços reduzidos, nos seguintes dias e horários:

De segunda a sexta-feira – das 14 às 17 horas.
Às segundas, quartas, sextas e sábados – das 9 às 11 horas.
Às terças e quintas, das 19 horas às 20h30.

MAIS INFORMAÇÕES

A Enac, localizada na 404 Sul, Bloco A, Loja 33, é hoje referência nacional na formação em Acupuntura Tradicional Chinesa, contando com ambulatórios próprios e vários convênios com instituições e faculdades de referência no exterior.

Telefones: (55-61) 3322-4998 / 3322-3037